Adestrador de Xanxerê ministra seminário e instrução para Batalhão de Fronteira do Paraná

27 de fevereiro de 2019 09:01 | Visualizações: 316
Comunidade , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Adestrador de Xanxerê ministra seminário e instrução para Batalhão de Fronteira do Paraná (Fotos: Arquivo Pessoal)

No último fim de semana, o adestrador de Xanxerê, Edemar Luiz da Silva, esteve no estado do Paraná para ministrar um seminário para os policiais do Batalhão de Fronteira da Polícia Militar de Marechal Cândido Rondon (PR) e de suas três companhias. Além disso, participaram também das instruções policiais dos canis de Francisco Beltrão, Cascavel, Foz do Iguaçu, Pato Branco e também um bombeiro que trabalha com cães no batalhão de Cascavel.

O BPFron de Marechal Cândido Rondon é o primeiro e único batalhão do Brasil especializado em policiamento de fronteira. De acordo com Edemar, o propósito do comando do BPFron em levar o seminário para lá foi para capacitar homens e cães para o trabalho policial, baseado no programa cão funcional.

­– Nesses três dias repassei um material teórico para eles e iniciamos um trabalho baseado no meu programa de treinamento, o programa multifuncional. Lá, tivemos o privilégio de contar com cães filhotes, que estão iniciando o trabalho, até chegar em um cão próximo do pronto. Iniciamos os trabalhos de socialização, ambientação, e desde os primeiros estímulos apresentados para o cão, voltados ao programa multifuncional, para que, ao final dos treinos, o cão consiga desempenhar o maior número de modalidades de policiamento possível – explica Edemar.

Durante as aulas teóricas e treinamentos, foi dado ênfase maior nas questões de ambientação, socialização, faro e, principalmente, busca e captura. De acordo com Edemar, durante os três dias foi possível passar por todo o caminho de treinamento, desde o cão filhote até um cão pronto para o trabalho.

– Foi bem gratificante poder ministrar esse seminário e treinamento. Foram 20 policiais que participaram, distribuídos nas três companhias do BPFron e outros canis do Paraná. Pudemos trocar muitas experiências, trabalhamos muito os cães, foram três dias de treinamentos intensos, iniciávamos nas primeiras horas da manhã e íamos até noite a dentro – comenta.

Além disso, um diferencial deste treinamento foi que os cães também foram socializados com embarcações, por meio de uma parceria com o Esquadrão Cobra.

– Socializamos os cães também com embarcações, no lago de Itaipu. Tivemos um momento ímpar na instrução, que foi poder contar com o Esquadrão Cobra, que atua no policiamento de fronteira pelas vias aquáticas e com o apoio deles conseguimos fazer uma instrução muito boa, que foi trabalhar com os cães nas embarcações. Foi um seminário muito bom e só tenho a agradecer ao comando do BPFron por confiar na Adestracão e no Canil Santa Loba e por permitir que eu fosse até lá e dividisse experiências – conclui.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais