Alunos do IFSC conquistam oportunidade de trabalhar em pesquisas internacionais

15 de março de 2019 10:09 | Visualizações: 136
Comunidade , Educação , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Alunos do IFSC conquistam oportunidade de trabalhar em pesquisas internacionais Foto: divulgação

André, Tamires, Isabele, Gustavo, Giovanni, Thomas, Mayara, Elias, Yasmim e Larissa são alguns dos 18 alunos que já partiram ou embarcam nos próximos dias para novas experiências em instituições internacionais de ensino. Portugal, Finlândia, Espanha e Alemanha são os destinos desses estudantes de Ensino Médio Técnico ou de Graduação que ficarão do outro lado do Atlântico por três meses. Por que? Foram selecionados no programa de intercâmbio do IFSC, Propicie, e que nessa sua 15ª edição tem ineditismo na sua conta: contemplou jovens de 13 câmpus do Instituto.

André Friedrich e Tamires Carolina Granosik, do Câmpus Xanxerê, embarcaram domingo (10) rumo a Portugal. André, estudante do 7º semestre de Engenharia Mecânica, está na cidade de Setúbal. Irá participar do projeto Flexibilidade nos Sistemas de Energia Elétrica. Trata-se de um projeto na temática das energias renováveis e eficiência energética, que visa diminuir o consumo de energia elétrica e aumentar o uso de energias renováveis.

Tamires, aluna do 5º semestre do Ensino Médio Técnico Integrado em Alimentos está na cidade de Beja, onde vai participar do projeto Gestão Sustentável de Fitofármacos em Olival, Vinha e Culturas Arvenses.

– O intercâmbio proporciona um conhecimento imensurável, tanto na área profissional quanto pessoal, criando muita independência e autonomia – destaca.

Estudante da oitava fase do curso de Engenharia Mecatrônica do Câmpus Criciúma, Isabele Dal Pont vai participar do mesmo projeto que André do Câmpus Xanxerê, Flexibilidade nos Sistemas de Energia Elétrica, desenvolvido pelo Instituto Politécnico de Setúbal (Portugal).

– Espero aplicar os conhecimentos que aprendi na Engenharia Mecatrônica e trazer bastante experiência e conhecimento para aplicar na Mecatrônica – diz a aluna.

Quer saber mais sobre as futuras experiências acadêmicas e profissionais do Gustavo, Thomas, Giovanni, Mayara, Elias, Yasmim e Larissa, acesse aqui.

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais