Alunos do IFSC levam seu projeto aos Estados Unidos com apoio do Sicoob Credimoc

3 de julho de 2019 11:10 | Visualizações: 79
Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Alunos do IFSC levam seu projeto aos Estados Unidos com apoio do Sicoob Credimoc Foto: Divulgação

Os estudantes do terceiro ano do Ensino Médio: Isabela Battistella, Renata Müller, Ricardo Cenci e Roberta Debortoli, alunos do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio no Instituto Federal de Santa Catarina câmpus Xanxerê, e os professores Andreia Weber, Daniel Ecco e Victor Bernardes estão nos Estados Unidos onde levaram o experimento para ser testado em microgravidade, na Estação Espacial Internacional.

Para lembrar: a proposta desse experimento é testar uma versão do filtro de barro brasileiro na microgravidade (gravidade próxima de zero). Para isso será utilizado o processo de filtração por carvão ativado substituindo a ação da gravidade pela capilaridade.

Além disso, os alunos foram convidados para apresentar o projeto na SSEP National Conference em Washington, capital dos Estados Unidos. Ainda em julho o experimento será enviado até a Estação Espacial Internacional juntamente com os astronautas da NASA.

A equipe contou com o patrocínio do Sicoob Credimoc para essa viagem e nos envia essa foto diante do Discovery, o ônibus espacial da NASA. O gerente geral do Sicoob Credimoc, Odir Francisco Sete disse que se sente orgulhoso em poder contribuir com esse projeto e espera ter ótimos resultados quando esse experimento for testado no espaço. Deseja a equipe uma viagem de muito aproveitamento e quando retornarem nos tragam as informações sobre essa viagem aos Estados Unidos.

O Discovery funcionou por quase 27 anos para a NASA em suas missões espaciais. Fez seu último voo ao espaço há oito anos. Foi essa espaçonave que levou para o espaço o telescópio Hubble, que ainda está em funcionamento na órbita baixa da Terra e é uma ferramenta importantíssima no estudo da astronomia.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais