Animal morto é utilizado em magia negra e revolta moradora do interior de Xanxerê

8 de julho de 2019 08:56 | Visualizações: 4462
Comunidade Compartilhar no Whatsapp
Animal morto é utilizado em magia negra e revolta moradora do interior de Xanxerê Foto: Internauta

Uma moradora do interior de Xanxerê registrou uma cena de magia negra neste fim de semana. A cabeça de um animal, bebidas e velas estavam a margem da estrada de chão, o que chamou a atenção da moradora da Linha Três Pontes.

– Estou muito indignada com esse tipo de coisa. Sacrificar animal para fazer o mal deveria ir para cadeia quem matou esse bicho sem defesa para fazer tipo de coisa horrível – opina a moradora que não quer se identificar.

O assunto divide opiniões. Conforme o advogado Emerson Chittó, o ritual é considerado um ato religioso e não pode ser considerado crime.

– Liberdade de religião é constitucional, inclusive teve julgamento no Supremo Tribunal Federal que considerou constitucional a morte de animais para esse fim – comenta.

O artigo 5º da Constituição Federal, que descreve os direitos fundamentais dos cidadãos, especifica que a liberdade de consciência e de crença não pode ser violada. Desse modo, a lei garante que o culto religioso é livre para todos os brasileiros. Por isso, os locais considerados sagrados para cada credo e os símbolos e elementos religiosos devem ser protegidos.


Por: Carol Debiasi

Deixe seu comentário

Saiba Mais