Após reforma administrativa, Governo define extinção da ADR de Xanxerê

24 de maio de 2019 15:41 | Visualizações: 1186
Política Compartilhar no Whatsapp
Após reforma administrativa, Governo define extinção da ADR de Xanxerê Foto: Arquivo Lance Notícias

Com a reforma administrativa do Governo de SC, a qual foi aprovada pelos deputados essa semana, se confirma a extinção das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), inclusive a de Xanxerê. Apesar de não ser uma novidade sobre o fechamento, pois já havia sido amplamente divulgado pelo novo governo, duas gerências serão mantidas: Educação e Saúde.

Desde que Carlos Moisés da Silva assumiu o governo, quatro pessoas indicadas por partidos foram exoneradas da ADR de Xanxerê, sendo eles: secretário regional Ideraldo Sorgato, jurídico Juliane Lazzari, administrativo Ademir Amadori e assessoria de comunicação Carolina Debiasi. Os demais servidores da casa, ao todo 53, permanecem trabalhando.

Na Gerência de Educação são 21 efetivos, três servidores cedidos para perícia e bombeiros, além da gerente. Já na Gerência de Saúde são 19 efetivos, cinco servidores contratados por processo seletivo, dois estagiários, uma terceirizada, além do gerente.

 

Ainda na reforma administrativa serão extintas:

– Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL);

– Secretaria de Estado do Planejamento;

– Secretaria Executiva de Supervisão de Recursos Desvinculados;

– Secretaria Executiva de Assuntos Estratégicos;

– Secretaria Executiva de Gestão dos Fundos Estaduais;

– Secretaria Executiva de Articulação Estadual;

– Secretaria Executiva de Habitação e Regularização Fundiária;

– Secretaria Executiva do Programa SC Rural;

– Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), cujas competências serão transferidas para a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SEI);

– Departamento de Transportes e Terminais (Deter), cujas competências serão transferidas para a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SEI), com exceção das atribuições de fiscalização e regulação do transporte intermunicipal de passageiros, que ficarão sob responsabilidade da Agência Reguladora do Estado de Santa Catarina (Aresc);

– Santur (Santa Catarina Turismo); em seu lugar, surge a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina, com a mesma sigla (Santur).


Por: Carol Debiasi

Deixe seu comentário

Saiba Mais