Atenção pais: Cemeis de Xanxerê não vão mais ficar com as crianças depois das 17h30

6 de fevereiro de 2019 10:52
Comunidade , Educação , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Atenção pais: Cemeis de Xanxerê não vão mais ficar com as crianças depois das 17h30 Foto: Divulgação

Os pais que possuem seus filhos matriculados nos Cemeis de Xanxerê precisam se adaptar à nova mudança. Isso porque, a partir deste ano, todos os alunos serão liberados das unidades às 17h30min, não podendo permanecer nos locais até às 18h15min – como acontecia nos anos anteriores.

A mudança, de acordo com a secretária de Educação do município, visa cumprir com a Lei que rege a educação infantil e também cumprir com os horários estabelecidos no contrato firmado com os professores.

– A LDB, que é a Lei de Diretrizes de Base, que rege a educação infantil, diz que a gente pode atender no máximo dez horas. Nós estávamos atendendo mais de 11 horas. Então, a partir de agora, vamos começar às 7h30 e seguir até às 17h30, que já dá dez horas. Não tem como continuar como estava, porque os professores são contratados para 40 horas e precisam trabalhar oito horas, não fechava mais as contas – cita Cláudia Favero.

Segundo a secretária o comunicado da mudança foi repassado aos pais e responsáveis no fim de 2018.

– Todos os pais que fizeram a matrícula no fim do ano passado foram avisados. Foi dito para eles o que acontecia. Antes, às 17h15min os professores iam embora, quem ficava no Cemei era a diretora com as estagiárias e estava dando muito problema, já que ficavam muitas crianças elas não davam conta. Era um risco. Por isso, tomamos essa decisão – comenta.

Antes de optar pela mudança um estudo foi realizado, inclusive, alguns foram investigados.

– Vai ser até às 17h30 em todos os Cemeis. Nós optamos por reduzir na saída devido às vans escolares. Muitos Cemeis, quando é 16h30 as vans já estão pegando os alunos. Era alguns casos específicos. Eu não tinha professor para atender depois das 17h15. A gente resolveu fazer isso, foi comunicado os pais, um por um. Essa mudança começa a ser válida já. Estamos seguindo a Lei e a questão de organização dos professores. Nós também investigamos que muitos pais que deixavam depois das 17h30min, não precisavam da creche. As mães estavam no salão, no mercado, em casa e a diretora com o filho delas na creche. Comprovamos também que as mães que precisavam, davam um jeito. Não generalizando, são alguns casos que investigamos – conclui.

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais