Ato contra a reforma da Previdência acontece no Centro Comunitário da Igreja Matriz

19 de fevereiro de 2018 14:34
Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Ato contra a reforma da Previdência acontece no Centro Comunitário da Igreja Matriz (Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias)

Na tarde dessa segunda-feira (19) dezenas de pessoas se reuniram no Centro Comunitário da Igreja Matriz com o objetivo de protestar contra a reforma da Previdência. Atos de protesto como esse acontecem em todo o país durante o dia de hoje. Isso porque na última semana o presidente da Câmara Rodrigo Maia anunciou que o projeto para a reforma da previdência entraria em votação no plenário hoje, mas, por conta da intervenção militar que acontece no Rio de Janeiro, a votação foi cancelada.

Mesmo assim as mobilizações continuam pelo país. Em Xanxerê, o ato aconteceria na rua, mas por conta do mau tempo ele foi transferido para um local fechado. Conforme o representante do Coletivo Sindical, Rodrigo Piovezan, o mau tempo e o cancelamento da votação fizeram com que várias pessoas desistissem de participar do ato.

“Tínhamos uma expectativa de um número maior de participantes, mas o tempo atrapalhou um pouco, mas ainda aguardamos cerca de 300 pessoas. Viemos aqui justamente para denunciar o que está acontecendo. Outra coisa que desmotivou também o pessoal é que o Rodrigo Maia divulgou hoje pela manhã que não vai mais colocar em votação o projeto, então muitas pessoas não quiseram mais participar por isso. Mas continuamos com atos no Brasil todo e aqui em Xanxerê temos representação de vários setores da comunidade xanxerense e também de cidades da região” comenta.

Será um ato falado, onde os participantes podem usar a palavra para expressar sua opinião sobre a reforma da Previdência. Além disso, caso não haja a ocorrência de chuva os manifestantes devem realizar uma caminhada até a frente do Banco Bradesco, no centro da cidade.

“Nesse dia em que o Brasil inteiro se mobiliza nesse movimento contra a reforma da previdência, a qual não concordamos, pois do jeito que está colocada ela vem para retirar mais direitos dos trabalhadores Xanxerê também se organizou junto ao movimento sindical, movimentos sociais para dar esse grito de não a reforma da previdência, tendo em vista que o Congresso avisou que colocaria em pauta essa votação na data de hoje, mas por conta da intervenção militar no Rio de Janeiro ela foi cancelada. Mesmo assim não deixaremos de fazer esse protesto, pois achamos uma grande afronta a nossa organização dos trabalhadores, uma afronta a dignidade, aos direitos dos trabalhadores e vamos nos mobilizar” comenta o vereador e membro do sindicato dos comerciários Adriano De Martini.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais