Aulas de Capoeira Angola são oferecidas gratuitamente na Praça Tiradentes aos sábados

28 de janeiro de 2019 18:46
Cultura , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Aulas de Capoeira Angola são oferecidas gratuitamente na Praça Tiradentes aos sábados

O Projeto Vadiando na Praça deve ser retomado a partir do próximo sábado (02), na Praça Tiradentes, à partir das 16h. O evento busca realizar gratuitamente encontros semanais da cultura popular, entre Capoeira Angola, Samba de Roda, Maculelê, Puxada de Rede, e outras manifestações culturais possíveis de conexão, organizando aulas práticas e teóricas.

O evento é ministrado pelo Contramestre (Falamansa) Adriano Vittorazzi, que possuiu 20 anos de experiências à frente do Centro Cultural e Artístico Resistência Popular, centro de movimento em todos os sentidos da arte e cultura afro-brasileira.

– As aulas possibilitam a ressignificação e ressocialização de adultos, adolescentes e crianças. Buscamos envolver toda a comunidade adepta ou não da prática dessas manifestações culturais, resgatando, fortalecendo, preservando, divulgando e vivenciando a cultura popular enquanto patrimônio cultural imaterial da humanidade, e ainda mais, enquanto aporte basilar/fundamental/essencial na condição humana de diferença, de diversidade, de cidadania, assim visando a igualdade e transformação de paradigmas existentes que não coexistem, acima de tudo, de acordo com a noção efetiva de respeito – explica Adriano.

O Projeto é desenvolvido na praça desde 2015, Adriano realiza trabalhos através da Secretária de Assistência Social de Xanxerê nos programas Socioeducativos Castelinho, Jovem Cidadão, Cantinho Feliz, atende alunos particulares no Condomínio Beija Flor, e a partir de março o atendimento também irá acontecer na sede da instituição localizado na Rua Irmã Maria de Lourdes dos Santos. Nº 35 no Bairro Matinho (Próximo a Piazza Tratores na BR 282).

– Buscamos resgatar, divulgar e preservar as manifestações culturais de uma forma geral, mas, com foco principal em manifestações culturais de matriz afro-brasileira. Agindo diretamente nas comunidades através de ações permanentes e concretas ou através da proposição, gerenciamento, planejamento e desenvolvimento de ações itinerantes, realizadas em conjunto com as instituições, produtores, gestores culturais ou grupos de serviços dos municípios. Sendo referência no Oeste Catarinense, tendo o trabalho reconhecimento internacional, buscando contribuir na formação de cidadãos conscientes de seus direitos e deveres, efetivando assim o verdadeiro significado da palavra cidadania – frisa.

 

 

Termo Vadiação (Vadiando na Praça)

Na capoeira, vadiar significa brincar, jogar descontraidamente, usar o espaço da roda para uma espécie de confraternização entre os praticantes. Essa é uma característica comum a diversas manifestações afro culturais presentes no Brasil, como o samba, o jongo, o maracatu, o lundu, coco de roda, etc.

 


Por: Direto da Redação

Deixe seu comentário

Saiba Mais