Aumento no número de focos da dengue é tema de debate em Xanxerê

17 de novembro de 2017 13:30
Comunidade , Dengue , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Aumento no número de focos da dengue é tema de debate em Xanxerê Fotos: Divulgação

Diante da atual situação quanto à presença do Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, febre de chikungunya e zika vírus, o secretário de Estado da Saúde, Vicente Augusto Caropreso, esteve em Xanxerê na tarde da quinta-feira (16). No encontro, que ocorreu na Prefeitura de Xanxerê, participou o prefeito Avelino Menegolla e a equipe da Secretaria Municipal de Saúde e da ADR Xanxerê.

Conforme o secretário, o foco do mosquito aumentou no município e por isso da necessidade de estar mais próximo dessas regiões, conversando com as equipes. “A chuva está em maior volume, mais calor e as pessoas se acomodaram. Esses são os principais fatores do aumento do foco do mosquito e para que não tenhamos neste verão uma epidemia, como ocorreu em Pinhalzinho e Itajaí, estamos fazendo uma mobilização para evitar problemas”, disse.

O encontro deve o objetivo de buscar o comprometimento do gestor municipal e alertar para o aumento expressivo no número de focos e de municípios infestados nessa região. O prefeito Avelino Menegolla garantiu que a equipe do Programa de Combate à Dengue está mobilizada para o combate, mas que é preciso a colaboração de toda comunidade.

Ainda durante a tarde, a Vigilância em Saúde reuniu médicos e enfermeiros que atuam nos postos de saúde, onde ocorreu uma capacitação sobre o fluxo de atendimento do paciente suspeito de dengue. De acordo com a enfermeira da Vigilância, Caroline Cenzi, não há nenhum caso confirmado este ano, mas é preciso estar monitorando a todo tempo a situação “Quando há suspeita, o paciente procura primeiro o posto de saúde e por isso capacitamos os profissionais médicos e equipe de enfermagem para prestarem o atendimento adequado”, explica.

Atenção comunidade

A população precisa estar atenta e manter os cuidados, principalmente evitando a água parada, onde os mosquitos depositam as larvas. Relembre as principais dicas de prevenção:

– Pratinhos de vasos de plantas dentro e fora de casa, coloque areia até a borda;

– Guarde os pneus em locais cobertos;

– Retire sempre a água acumulada da laje;

– Em piscinas, trate a água com cloro;

– Nos ralos, verifique se há entupimento e se não for utiliza-los, mantenha fechado;

– Deixe a tampa do vaso sanitário sempre fechada;

– Nas lixeiras, dentro e fora de casa, mantenha sempre bem fechada;

– Evite acumular entulhos. Eles podem se tornar locais de foco do mosquito.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais