Baixo índice da folha possibilita nomeação de secretários

Foram nomeados secretários para as áreas de agricultura, políticas ambientais e esporte, cultura e lazer

2 de julho de 2018 09:09
Comunidade , Economia , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Baixo índice da folha possibilita nomeação de secretários Foto: Assessoria de Imprensa

Ainda no mês de maio desse ano o Prefeito de Xanxerê, Avelino Menegolla, assinou a revogação do Decreto Municipal AM 264/2017, de 22 de setembro de 2017, que estabeleceu medidas para redução e otimização das despesas no âmbito do poder executivo municipal.

Além disso, no final do mês de junho o prefeito nomeou três secretários, um coordenador e um diretor. O decreto reduzia os gastos pois o valor prudencial da folha de pagamento estava acima do limite, o que obrigava o município a tomar medidas de corte de gastos.

Ademais, a revogação do decreto e nomeação de novos secretários foram possíveis pois o limite prudencial da folha baixou. Conforme a controladora interna do município, Andreza Gallas, o índice da folha de pagamento é analisada a cada quadrimestre onde se faz um levantamento para saber se o limite da folha está abaixo ou acima do permitido por lei.

“O primeiro quadrimestre fechou em 30 de abril, o índice da folha estava abaixo do limite, o que possibilitou as nomeações e será verificado de novo em agosto. Se o índice ficar acima dos limites, principalmente do limite prudencial, a administração vai tomar as medidas de redução que forem necessárias. Acompanhamos esse índice mensalmente, pensando no futuro o que pode acontecer, mas tem algumas medidas que tem que ser tomadas para que a administração continue, como essas nomeações e contratações”, explica.

De acordo com o secretário de administração e finanças, Jader Danieli, no último mês o índice da folha de pagamento fechou em 49,06%. Com isso, a administração pode tomar algumas medidas para otimizar o funcionamento dos serviços das administração.

“A partir de agora temos a previsão de algumas mudanças, mas legalmente o índice está baixo, o que possibilita as nomeações. Estamos trabalhando com algumas medidas impopulares que tivemos que tomar no passado para tentar esse equilíbrio, para melhorar o índice. Mas, em contrapartida temos uma estrutura e precisamos de pessoas para trabalhar. Está sendo levado em conta nesse momento que, ao invés de trazer um funcionário efetivo que depois é mais difícil de ser tirado do quadro de funcionários, trazendo o comissionado, o desligamento dele depende de um ato simples do prefeito”, comenta.

Além disso, o secretário explica que essa foi uma decisão administrativa do prefeito e que, caso seja necessário, ele tomará todas as medidas necessárias para cortes e reduções de gastos posteriormente.

“Outra questão levada em conta também é que temos alguns setores com pessoas com férias vencidas, licença prêmio e estamos fazendo um levantamento disso, foi contratado um servidor específico para isso, para lá quando for se aposentar não onere tanto, porque o servidor precisa tirar essas férias e essa licença. Foi uma questão bem administrativa no momento, lá na frente se tiver consequências vamos agir para manter da melhor maneira”, conclui.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais