Bem Estar Animal resgata égua com graves ferimentos no Bairro Santa Cruz

1 de dezembro de 2017 10:50
Animais , Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Bem Estar Animal resgata égua com graves ferimentos no Bairro Santa Cruz Fotos: Bem Estar Animal

O Grupo Bem Estar Animal de Xanxerê pede ajuda da comunidade para realizar tratamento em uma égua. O animal que era utilizado por um reciclador do município encontrasse debilitado e recebe os cuidados dos membros da entidade.

De acordo com Claudecir Rodrigues, que atua como voluntário, os primeiros medicamentos utilizados para o atendimento ao animal custaram aproximadamente R$ 570,00.

“Essa égua, já havia sido atendido pelo Grupo e já apresentava alguns ferimentos causados pela tração. Na ocasião, orientamos o tutor a não utilizar mais o animal para o trabalho e tratassem os ferimentos. Mas nesta quinta-feira (30), fomos chamados novamente para atender, desta vez com a informação de que as coisas haviam piorado muito. Fomos até o Bairro Santa Cruz e nos deparamos com uma situação lamentável. Conversamos novamente com seu tutor e ele nos disse que usou ela na carroça, que havia se formado uma espécie de bolha e que sua esposa furou, deixando a ferida da forma que está, totalmente em carne viva”.

Ainda de acordo com o voluntário, o animal não é cadastrado no Projeto de Tração Animal de Xanxerê. “O tutor comentou que a égua não é cadastrada no Projeto. Ele possui apenas um cavalo cadastrado. Sendo assim ele admitiu não ter mais condições de cuidar da mesma e doou o animal para a entidade para que pudesse tratar e encaminhar para adoção”.

A égua recebeu atendimentos de um médico veterinário voluntário e, a pedido do profissional, é necessário a compra de uma pomada. “Precisamos de no mínimo 90 dias passar uma pomada cicatrizante no ferimento e pedimos quem puder colaborar o nome é ‘Alantol’ e custa R$152,00 cada, ela dura dois dias apenas”.

O animal foi deslocado para um lar temporário, em um sítio no interior de Xanxerê. “Caso alguém queira ajudar pode deixar a pomada paga na Triboeste que nós vamos retirar, ou também, pode estar entrando em contato com qualquer membro do Grupo”, conclui.

As imagens são fortes por isso foram desfocadas 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais