Bem Estar Animal suspende atendimentos e aguarda posicionamento do poder público

18 de maio de 2017 09:50
Animais , Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Bem Estar Animal suspende atendimentos e aguarda posicionamento do poder público (Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias)

Ainda em fevereiro, o Grupo Bem Estar Animal de Xanxerê, suspendeu os atendimentos com os animais de rua. O motivo se dá em prol da falta de recursos para custear os gastos que eram feitos em medicação e alimentos para os animais.

Desde a data, o grupo ainda realiza alguns atendimentos voltados ao regaste de animais, mas segundo Aline Raspini Fanz, que faz parte do grupo, a partir de agora todos estão suspensos. “Nós estamos com todos os atendimentos suspensos e não vamos voltar até que a Prefeitura não nos dê um parecer”.

O grupo recebe por dia cerca de 10 solicitações de ajuda e atualmente conta com cerca de oito voluntários. Vagner Ribeiro, membro do Bem Estar Animal, destaca que o principal motivo pelos atendimentos serem cancelados é a falta de recursos.

“Nós recebemos pedidos de ajuda várias vezes ao dia, mas o grupo não possui essa função. Por isso nosso foco está na castração e na orientação das pessoas. E para realizar os atendimentos, hoje, o grupo não possui recursos. Queremos uma manifestação do poder público”.

Castrações

O Grupo Bem Estar animal de Xanxerê, possuía um convênio com a Prefeitura, o qual era destinado os recursos para a castração dos animais. Porém de acordo com os membros do grupo, esse convênio foi cancelado e o grupo não recebeu nenhuma orientação em relação ao motivo.

“Nós tínhamos um convênio com a prefeitura e eles simplesmente cortaram, sem nos dar uma justificativa se iria renovar ou não o convênio. E através disso abrimos um processo. Nós queremos fazer valer o Código de Postura do município, onde diz que o município é responsável pelos animais abandonados nas ruas, no perímetro urbano. Então até agora nada foi cumprido, queremos que o Ministério Publico faça alguma coisa, nós queremos uma explicação. Nós estamos nesse impasse e isso não é segredo”, diz Vagner.

Ainda segundo Vagner, o convênio dava a responsabilidade ao Grupo para fazer castrações e orientações. “Nós não queremos o dinheiro e ficar responsável. Até porque o contrato que nós tínhamos antes era que nós iriamos ser responsáveis pelas castrações e conscientização. Não havia nada no contrato que falasse que nós éramos responsáveis pelos resgastes e ajuda a população. Agora estamos ainda no aguardo, até mesmo do cumprimento das propostas que foram feitas ao Grupo, durante a campanha política do atual prefeito”.

A equipe de reportagem do LANCENOTICIAS.com.br, buscou contato com a Prefeitura do município, por meio de Assessoria de Imprensa, ainda nesta quarta-feira (17), porém não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

Às 10h54 desta quinta-feira (18), a Assessoria de Imprensa encaminhou uma nota sobre o assunto. Confira:

Conforme a assessoria jurídica da Prefeitura de Xanxerê existiu um convênio para castrações de animais, com o grupo Bem Estar Animal, mas que encerrou por conta de curso do prazo. Porém, o município precisa implantar um programa de controle de zoonose, que deve atender não somente as castrações, mas também realizar o recolhimento de animais, atendimentos clínicos diversos como controle de doenças e pragas. Os trâmites nesse sentido estão em encaminhamento. Quanto ao processo por quebra de convênio, a assessoria jurídica não tem conhecimento.

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais