Celebrações marcam o início da Quaresma em Xanxerê

14 de fevereiro de 2018 11:35
Comunidade , Religião , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Celebrações marcam o início da Quaresma em Xanxerê (Fotos: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

A Quarta-feira de Cinzas marca o início da Quaresma para os cristãos. Esse é o tempo reservado ao silêncio, oração e penitência, o qual preparam os fiéis para a Semana Santa. Na Igreja Matriz de Xanxerê, a celebração realizada nesta manhã marcou o início da Quaresma.

Conforme o pároco da Paróquia Senhor Bom Jesus de Xanxerê, Claudir Meoti, outra celebração vai ocorrer às 19h na Igreja Matriz. “Nós iniciamos hoje (14) com a Quarta-feira de Cinzas, um tempo novo da vida da igreja. Esse tempo da Quaresma é marcado com a celebração da imposição das cinzas sobre os fiéis que desejam percorrer esse caminho quaresmal. Nós tivemos às 8h30min a missa na Matriz com a abertura da Campanha da Fraternidade 2018 e desse tempo de Quaresma. Também teremos às 19h novamente a Celebração da Eucaristia na Matriz e em várias comunidades e bairros de Xanxerê”.

Nas celebrações desta quarta, os católicos são ungidos com cinzas como sinal de humildade e de reconhecimento da fragilidade humana.

“Esse gesto litúrgico da imposição das cinzas, ele é de um valor muito grande para nossa espiritualidade, porque ele nos convida a tomar consciência que nós somos pó e por isso esse gesto vem ligada a essa dimensão humana da nossa fragilidade. No segundo aspecto, está ligada a dimensão penitencial, pois sempre que povo fazia penitencia, eles sentavam sobre as cinzas como um gesto de retomar essa dimensão da humanidade. Portanto a quaresma ela vem com o convite de conversão. É um tempo de mudança”.

Durante os 40 dias, a Igreja continua com as celebrações dominicais e a celebração das vias-sacras. “Durante esse período que se estende por 40 dias, nós temos as celebrações dominicais, com um cunho mais penitencial, temos as celebrações das vias-sacras nas sextas-feiras, onde rezamos o caminho do calvário nas 14 estações. Temos os grupos de reflexão, onde as famílias se encontram para rezar e refletir com o Tema da Campanha da Fraternidade, que é ‘Vós sóis todos irmãos’, que é um de transformação superando todas as formas de violências. Nós teremos também os momentos de celebrações nas comunidades, com a presença do Padre e momento de confissões”.

Atualmente a Paróquia de Xanxerê abrange 64 comunidades e duas áreas indígenas.

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais