Cerca de 60 detentos do Presídio de Xanxerê diminuem suas penas lendo livros

13 de julho de 2017 11:53
Comunidade , Lance Notícias , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Cerca de 60 detentos do Presídio de Xanxerê diminuem suas penas lendo livros (Foto:Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

O Projeto “Remissão pela Leitura”, funciona no Presídio de Xanxerê desde de 2012. O projeto oportuniza aos detentos lerem um livro por mês, diminuindo assim quatro dias de pena. A atividade tem por objetivo incentivar a educação dos detentos.

Em Xanxerê, o projeto é desenvolvido em parceria com a Unoesc e o Ceja. Ronivaldo Rodrigues de Paula, professor orientador de leitura do CEJA, destaca que hoje cerca de 60 detentos participam do projeto.

“Hoje cerca de 60 detentos participam do projeto. A lei prevê que a cada livro lido por mês, os detentos diminuem quatro dias de pena. Esse projeto é aberto para todos os detentos”.

Além da leitura, o detendo precisa ainda responder um questionário feito pelos alunos da Unoesc. “Os alunos fazem a leitura do livro e são entregues os mesmos livros para os detentos. Esses alunos cobram a leitura e os detentos tem um questionário para responder, para ver se realmente o detendo leu o livro”, diz o professor.

Ronivaldo destaca ainda que o objetivo é incentivar a educação dos detentos. “Ele tem por objetivo principal estar levando cultura e educação para os detentos, haja visto que os livros são de literatura. A ideia é transformar a índole e educação através da literatura”.

Os detentos que integram o projeto podem ler no máximo 12 livros por ano, ou seja, um por mês.

Relembre: Detentos do presídio de Xanxerê diminuem suas penas lendo livros


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais