Com efetivo abaixo do necessário, governo do Estado convoca 711 aprovados no Concurso da Polícia Militar

5 de maio de 2016 08:08
Comunidade , Polícia Compartilhar no Whatsapp
Com efetivo abaixo do necessário, governo do Estado convoca 711 aprovados no Concurso da Polícia Militar Governo convoca aprovados em concurso da PM (Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias)

O Governo do Estado convocou nesta quarta-feira (4), 711 novos policiais militares aprovados no concurso público de 2015. Os candidatos classificados e aprovados entram para o Curso de Formação de Soldados da PMSC em 1º de junho de 2016, com previsão média de nove meses para conclusão e formatura. Os atos de convocação dos aprovados no concurso da Polícia Civil e do Instituto Geral de Perícias serão publicados no Diário Oficial do Estado do dia 1º de junho de 2016.

Confira a lista dos convocados AQUI

O coronel da Polícia Militar, Mário Renato Erzinger, explica que os soldados serão alocados em sete cidades catarinenses para a realização do curso e depois de formados serão distribuídos nas cidades próximas. “São várias etapas que o soldado tem que cumprir até a sua formatura e isso, pode levar em média nove meses. Depois serão designados para cada município, atendendo alguns critérios”.

No Centro de Formação em Florianópolis serão designados 381 soldados e nos municípios de Balneário Camboriú, Blumenau, Chapecó, Criciúma e Joinville recebem, cada um, 60 servidores e em Lages serão 30. “Em Florianópolis, a nossa estrutura é maior e conta com mais instrutores, por isso que o número é maior. Já nas outras cidades o número fica reduzido por conta da  logística e estrutura”, concluiu o coronel.

Para Xanxerê não se tem o número exato de policiais que serão destinados, mas independente do número, Tenente Vilte, comandante do quartel de Xanxerê, comenta que serão bem-vindos. “Sem dúvida nenhuma, Xanxerê assim como a maioria das cidades do Estado está com um efetivo abaixo do que seria necessário. Muitas vezes é necessário deslocar policiais para cidades vizinhas para realizar ações integradas. Nos últimos meses houve uma redução muito grande de policiais, nós gostaríamos de ter um policial em cada esquina, mas é complicado”, comenta.

As convocações vão substituir, em parte, alguns policiais que estão indo para a reserva. “É uma convocação extremamente vital para a PM. Era uma expectativa muito grande na contratação desses novos policiais”, destacou o coronel Erzinger.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais