Com mais de 70 anos, xanxerense coleciona premiações de corridas

25 de julho de 2018 11:18
Comunidade , Saúde , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Com mais de 70 anos, xanxerense coleciona premiações de corridas (Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação)

O xanxerense Luiz Alberto Sirino já foi professor durante 32 anos e hoje exerce o cargo de contador e atleta. Com 71 anos, Luiz pratica a corrida e participa de competições dentro de Santa Catarina, em outros estados e também planeja uma corrida internacional.

Ele pratica essa modalidade há cerca de seis anos e conta que iniciou por conta do incentivo das filhas. Além disso, Luiz conta que sempre foi ativo no esporte, tanto na corrida quanto jogando futebol.

“Sempre joguei futebol, em várias modalidades, inclusive representei Xanxerê em algumas competições e praticava também a corrida quando mais novo, e agora faz cerca de seis anos que voltei a correr por incentivo das minhas filhas, que começaram a participar de corridas de cinco e dez quilômetros. Participo e estou achando ótimo, me sinto muito bem em fazer isso e até gostaria que mais pessoas mais velhas participassem, pois é ótimo”, destaca.

Segundo Luiz, a prática de exercícios faz bem para o corpo e mente, inclusive, ajuda na disposição para o trabalho do dia a dia.

“Faz bem para o corpo, para a mente, você se sente mais leve durante o dia. Quando você corre, você sofre as vezes durante a corrida, porque você tem uma meta, tem um objetivo a ser alcançado, que é o percurso da corrida, mas depois o corpo se sente bem. Eu faço cinco quilômetros e a cada corrida estou diminuindo meu tempo. Claro, cada percurso tem a sua particularidade e preciso também cuidar meu corpo, vou no meu ritmo”.

Além de ser um hobby, a corrida para Luiz também é uma questão de saúde. Ele treina semanalmente, sendo que três dias da semana ele joga futebol com os amigos e um dia reserva para a corrida, geralmente em preparação para uma competição.

A corrida proporciona ao xanxerense também conhecer novos lugares e pessoas, que, segundo Luiz, é a melhor recompensa que o esporte traz.

“Estamos sempre aprendendo alguma coisa com a companhia das pessoas que corremos junto, das pessoas de minha idade e menos idade que conversamos e essa integração é muito boa, sempre faço novos amigos”, frisa.

Para manter a saúde em dia, Luiz sempre faz um check up anual no médico, para saber como está a saúde e o coração. Ele destaca que o acompanhamento profissional, tanto de um médico quanto de um profissional de educação física também para evitar problemas de saúde e lesões.

Luiz coleciona medalhas e troféus, segundo ele, são mais de 20 medalhas de premiação e participação e a coleção aumenta a cada competição.

“É um presente, uma alegria. Mas, independente da premiação, a melhor coisa é a convivência com outras pessoas, a premiação vem completar o que fazemos com muita dedicação, vontade de disposição”, conclui.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais