Comércio tem boa expectativa de vendas para o Dia dos Pais

26 de julho de 2018 10:30
Comércio , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Comércio tem boa expectativa de vendas para o Dia dos Pais (Foto: Divulgação/Fecomércio SC)

O Dia dos Pais é a principal data do terceiro trimestre do ano para o comércio. Há poucas semanas da data, muitas pessoas já procuram as lojas para garantir o presente dos pais. Neste ano o Dia dos Pais será comemorado no dia 12 de agosto.

Conforme uma pesquisa realizada pela Fecomércio SC aponta que o gasto médio dos catarinenses com o presente para a data será de R$ 158,06, o que demonstra uma alta de 1,8% na comparação com a intenção de gastos em 2017.

Neste ano, 38,7% catarinenses declaram estar em uma situação financeira melhor que no último ano, o que refletiu na confiança do consumidor no momento de planejar seus gastos.

Em Xanxerê, conforme o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Fábio Moschetta, a expectativa de vendas para a data é boa.

“A expectativa de vendas para a data é boa, as lojas já estão trabalhando com liquidações de inverno. Esses descontos que já estão sendo oferecidos, aliados ao Dia dos Pais, devem intensificar as vendas no comércio nestas próximas semanas”, comenta.

Além da crise que afeta diversos setores do comércio, outro ponto que afetou o comércio neste ano foi que não houve um frio intenso, o que fez com que as vendas de artigos de inverno não fossem expressivas, o que levou os comerciantes a realizar liquidações do estoque de inverno antecipadamente.

Dentre os itens mais procurados, o setor de vestuário lidera as pesquisas, seguido por perfumes e cosméticos e calçados. Quanto a forma de pagamento, a grande maioria dos catarinenses pretende pagar o presente do pai à vista, em dinheiro.

Além disso, para marcar a data, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) realizam uma campanha. Com o conceito “Onde tem amor, tem presente”, a campanha destaca por meio do elo entre os familiares que, quando o amor é parcelado, o presente vem em dobro.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais