Conheça os riscos causados à saúde pelo consumo de alimentos com agrotóxicos

Os agrotóxicos atualmente liberados pela Anvisa já causam riscos para a saúde e agora um projeto de lei quer flexibilizar o uso dessas substâncias

29 de junho de 2018 11:35
Saúde , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Conheça os riscos causados à saúde pelo consumo de alimentos com agrotóxicos Imagem Ilustrativa (Foto: Divulgação)

Um novo projeto de lei aprovado no início dessa semana por uma comissão especial da Câmara dos Deputados reascendeu os debates sobre o uso de agrotóxicos na produção de alimentos.

O projeto de lei visa flexibilizar o uso dos agrotóxicos nas lavouras e um dos pontos que mais chama a atenção nesse PL é que a proposta altera um trecho da Lei dos Agrotóxicos que proíbe o registro de produtos se representarem risco de má-formação em fetos, câncer, mutações e provoquem distúrbios hormonais ou danos ao aparelho reprodutor.

O projeto substitui a menção específica a esses casos por uma expressão genérica: “produtos que apresentem risco inaceitável para os seres humanos ou para o meio ambiente”.

A nutricionista Ellen Sawazaki explica que os agrotóxicos podem trazer muitos riscos à saúde atualmente, visto que muitas substâncias são proibidas. Segundo ela, caso o PL seja aprovado, os riscos tendem a aumentar cada vez mais.

“O agrotóxico, que é um veneno, é um componente que faz aumentar muito mais os radicais livres do organismo, já foi comprovado que ele pode ser responsável por má formação congênita, mulheres grávidas que residem perto de lugar que manipulam agrotóxicos tem uma chance muito maior de ter filho com problemas de má formação, muito mais casos de aborto, câncer, alzheimer, parkinson, todos esses problemas crônicos que vão nos acometendo ao longo da vida, o agrotóxico potencializa muito mais e o câncer em disparada”, explica.

Segundo Ellen, o agrotóxico tem o poder de alterar a estrutura do DNA do ser humano, o que pode desencadear diversos problemas que podem passar de geração em geração.

Quanto aos cuidados, a nutricionista dá dicas de como lavar esses alimentos antes do consumo e reforça a importância de manter esse hábito.

“Em casa o ideal é ter uma bucha só para a lavagem dos hortifrútis. É preciso pegar o vegetal e esfregar bem com a bucha em água corrente, pois muitas vezes o agrotóxico está mais na parte superficial, por isso é importante lavar bem os produtos de hortifrúti e depois deixar de molho na água sanitária para retirar o restante das bactérias e microrganismos, por isso é importante fazer essa higienização”, explica.

Conforme a nutricionista, esse hábito pode retirar até 30% do agrotóxico dos alimentos. Além disso, Ellen comenta que estudos recentes mostram que as pessoas consomem até cinco litros de agrotóxicos por ano, o que reforça a importância da lavagem dos hortifrútis antes do consumo.

Uma boa opção é optar por alimentos orgânicos, que apesar do valor um pouco mais elevado, proporcionam mais saúde aos consumidores.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais