Corredores da Acorxan completam os 42km na Maratona de Curitiba 2019

18 de novembro de 2019 18:30 | Visualizações: 4879
Comunidade , Esporte Compartilhar no Whatsapp
Corredores da Acorxan completam os 42km na Maratona de Curitiba 2019 Foto: Divulgação

No último domingo (17), dois corredores da Acorxan de Xanxerê estiveram no estado paranaense participando da Maratona de Curitiba 2019 a qual contemplava os 5km, 10km e 42km solo e dupla. Gil Alencar e Douglas Signori tiveram seus momentos de superação e completaram toda a maratona, sendo que Gil fez em um pouco mais de três horas e Douglas em mais de quatro horas de prova.

Essa foi a primeira corrida nacional de Douglas que foi um tanto quanto estranha. Ele começou a treinar há cerca de quatro meses e se inscreveu para fazer os 10km. Por ter sido a primeira corrida e pouco familiarizado com os tempos de largada, ele ficou no pelotão dos 42km.

Ao dar a largada, Douglas estava preparado apenas para os 10km, mas sem retorno no percurso ele fez sua primeira maratona em quatro horas e 29 minutos.

Foto: Divulgação

– Fomos em 20 pessoas para lá junto com a assessoria de Faxinal dos Guedes, somente eu e o Gil da Acorxan. Essa foi a minha primeira maratona, mas a intensão era correr somente 10km, que foi o tempo que eu havia me preparado. Como eu sou novato, eu acabei ficando no pelotão dos 42km e quando deu a largada eu comecei a correr. Chegando nos 5km eu não vi nada para retornar e completar os 10km, então eu continuei. Fiz 15km, fiz 17km e nos 21km trocava a dupla para a maratona então eu perguntei para a equipe da organização e eles me falaram que aquele percurso era dos 42km e eu tinha que continuar. Fisicamente eu estava bem, não estava com dores nas pernas então eu continuei. Nos 30km começou a pesar as pernas, nos 34km eu comecei a sentir muito as pernas e diminui o ritmo, mas não parei. Fiz os 42km e 4h29min – relata Douglas.

Ao final do percurso o cansaço físico foi ao extremo, porém a alegria da conclusão da prova substituiu qualquer emoção do momento.

– No final eu não sabia se sentava, não tinha força para nada. Infelizmente eu ganhei a medalha dos 10km porque era a inscrição que eu fiz, mas foi uma experiência fantástica e pretendo fazer a minha próxima maratona em junho de 2020. Essa sensação foi maravilhosa e vai render até uma tatuagem dessa minha primeira maratona – conclui.

Foto: Divulgação

Gil Alencar é maratonista e se preparou para essa corrida. Ele fez a maratona em três horas e um minuto, ficando no TOP 100, ou seja, conquistou o 92º lugar na geral e na categoria dos 35 a 39 anos obteve a 24ª colocação.

– Foi uma experiência incrível e um percurso bem pesado, totalmente diferente do que foi em Florianópolis, porque lá no litoral é plano e clima favorável. Lá em Curitiba teve muita subida e eu tive muito desgaste, tanto que no km 40 eu senti cãibra e tive que fazer os 2km no sufoco para terminar. Foi uma experiência sensacional e precisei ficar em observação médica ao final e na próxima eu já sei de que forma eu tenho que me preparar e poder enfrentar esse percurso – conclui Gil.

Foto: Divulgação


Por: Carol Debiasi

Deixe seu comentário

Saiba Mais