Defesa Civil alerta para risco de temporais no Oeste

8 de dezembro de 2016 14:37
Clima , Comunidade , Previsão do tempo , região , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Defesa Civil alerta para risco de temporais no Oeste (Foto: Divulgação/Diário Catarinense)

 

Nesta quinta-feira (08), a previsão aponta chuva moderada a forte no Oeste, Meio Oeste e Planalto Norte, principalmente nas áreas mais próximas ao PR, com acumulado médio de 40 a 60 mm e pontuais de até 100 mm, sobretudo no Oeste. Nas demais regiões, a chuva ocorre especialmente no período da tarde e noite, com menor volume de 20 a 40 mm.

Na sexta-feira (09), condição de chuva especialmente no período da tarde e noite. Previsão de acumulado 30 a 50 mm em média no Oeste, Meio Oeste, Planalto Norte e Litoral Norte. No restante do Estado, chuva com menor intensidade e volume.

No sábado (10), a chuva persiste em SC, moderada a forte na madrugada e manhã, e com maior acumulado novamente no norte do Estado (40 a 60 mm em média).

Durante esses dias há condições de temporais localizados, raios, rajadas de vento e granizo, sobretudo no Oeste e Norte do Estado, por influência de um cavado (região de convergência de ventos). Apesar de se tratar de um Aviso Meteorológico para SC, não é como o ocorrido em Florianópolis e região na última madrugada de domingo (04).

Recomendações da Defesa Civil SC:

Tempestades com descargas elétricas (raios), ventos fortes e granizo

Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade.

Alagamentos

Evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões. Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros no número 193.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais