Defesa Civil orienta e explica o porquê dos temporais

20 de outubro de 2016 07:25
Clima , Comunidade , Previsão do tempo , região , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Defesa Civil orienta e explica o porquê dos temporais (Foto:Michel Teixeira)

A persistência de uma área alongada com baixa pressão do ar (cavado) em superfície sobre SC, associada a ventos fortes no alto da atmosfera (Corrente de Jato), acaba atraindo uma massa de ar quente e úmido para o estado, formando nuvens de chuva e temporais. A diferença de vento com a altura, proporcionada pela corrente de jato, acaba facilitando a formação de tempestades com granizo e vendavais em pontos isolados, como se tem observado.
Por que não vai embora?

Também no alto da atmosfera, mas sobre Sudeste do Brasil, tem um sistema de alta pressão, que compreende toda a camada atmosférica até a superfície, dificultando a entrada de massas de ar frio, por isso até agora nenhuma frente fria conseguiu entrar.

Recomendações da Defesa Civil

Tempestades com descargas elétricas (raios) e ventos fortes: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade.
Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros no número 193.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais