Defesa Civil segue em alerta monitorando rio que passa por Xanxerê

31 de maio de 2017 10:45
Bombeiros , Clima , Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Defesa Civil segue em alerta monitorando rio que passa por Xanxerê Imagem meramente ilustrativa (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

A chuva intensa causou vendaval, enxurrada, inundação, alagamentos, deslizamentos de terra, queda de árvores em diversas cidades do Estado. Segundo dados da Defesa Civil, são 44 municípios atingidos, 70 residências, 117 desabrigados, 75 desalojados e 273 pessoas atingidas.

Em Xanxerê moradores de sete bairros foram afetados, sendo eles centro, Veneza, Tacca, Leandro, Bortolon, Vila União e Nossa Senhora de Lourdes. Segundo o coordenador da Defesa Civil do município, João Borba, a entidade segue monitorando o rio que passa pela cidade e que está no seu limite.

“Nós seguimos de plantão 24 horas por dia à disposição da comunidade. Hoje nossa preocupação é com o rio que corta a cidade ele está no limite e se a chuva aumentar poderemos ter novos alagamentos, pois o solo já está encharcado. Mas, se a chuva permanecer calma o rio dá conta dará vasão. Nossa preocupação é com o dia de hoje mesmo, já que a partir desta quinta-feira, à tarde a chuva tende a diminuir”, explica Borba.

Borba comenta ainda que algumas lonas foram colocadas em encostas e barrancos para evitar possíveis deslizamentos no Bairro Colatto e Santa Cruz. A orientação é para que os moradores fiquem atentos.

“Pedimos para que os moradores não esperem a água entrar em suas residências para nos acionar, ao perceber que a água se aproxima, levantem todos os móveis, podem nos chamar que nós estamos de prontidão e depois procurem um lugar seguro para ficar. Também pedimos para que as pessoas não tentem atravessar rios, ruas, lugares que estão alagados”, finaliza Borba.

Maiores volumes de chuva nas últimas 96 horas (4 dias) em SC (08hs – 27/05 às 08hs – 31/05/2017)

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais