Defesa de Lucas Sernajoto pede transferência dele para Florianópolis

9 de maio de 2019 09:46 | Visualizações: 541
Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Defesa de Lucas Sernajoto pede transferência dele para Florianópolis Foto: divulgação

Após sofrer um acidente com uma viatura da Polícia Civil de Abelardo Luz, o policial e ex-vereador Lucas Sernajoto foi preso no dia 19 de abril, após uma determinação da justiça da comarca de Abelardo Luz.

De acordo com informações, Lucas Sernajoto, na quarta-feira (17), no uso de sua função de policial civil, liberou um homem que havia sido preso em flagrante pela Polícia Militar, após agredir e ameaçar de morte sua companheira. O homem foi entregue na Delegacia de Abelardo Luz, juntamente com uma arma de fogo utilizada no crime.

Após o homem ser liberado pelo delegado, Lucas, com a viatura da Polícia Civil, em companhia do homem que havia sido detido, percorreu bares e postos de gasolina da cidade, onde ingeriram bebidas alcoólicas. Contrariando a ordem de Medida Protetiva, os dois foram até a residência da mulher vítima de violência buscando por ela e seus pais. De acordo com vizinhos, os dois teriam efetuados diversos disparos de arma de fogo contra a residência da vítima. Ao amanhecer, Lucas retornando com a viatura, acabou capotando a mesma na localidade de Três Pontes, Assentamento Roseli Nunes.

Ele está preso no Presídio de Chapecó, no entanto, a sua defesa pediu transferência para Florianópolis. O pedido foi negado.

– Houve um pedido pela defesa de Lucas para que ele fosse transferido para a Deic de Florianópolis, devido a sua condição de policial civil. Mas a lei que resguarda essa prerrogativa ela é bem clara que deve haver nestes casos a transferência, quando não houver no local maneiras de garantir a prisão de forma segura. Por isso, nós oficiamos ao presidio de Chapecó onde ele se encontra e o Presídio de Chapecó nos informou que lá existe sim uma ala separada. Ele não tem contato com outros presos. A transferência dele iria acarretar em um gasto excessivo ao Estado, sendo que ele terá que comparecer no fórum de Abelardo Luz – comenta Emerson dos Santos, juiz de Abelardo Luz, em entrevista ao Jornal Falcão.

Lucas ingressou na Polícia Civil de Santa Catarina em 05 de maio de 2005, elegeu-se vereador na última eleição, com 501 votos, sendo o 3º vereador mais votado. Já no início da Legislatura, elegeu-se presidente da mesa diretora da Câmara Municipal de Abelardo Luz. Por ocasião da cassação do então prefeito Nerci Santin, assumiu como prefeito interino por um período de oito meses.

Lucas Sernajoto responde a três processos criminais.

Leia também:

Lucas Sernajoto renuncia ao mandato de vereador, em Abelardo Luz

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais