Deputada Luciane Carminatti reivindica contratação de bombeiros para região de Xanxerê

6 de dezembro de 2016 11:27
Bombeiros , Comunidade Compartilhar no Whatsapp
Deputada Luciane Carminatti reivindica contratação de bombeiros para região de Xanxerê (Foto: Divulgação/Redes Sociais)

Preocupados com a aproximação de mais uma temporada da Operação Veraneio, a deputada Luciane Carminatti (PT) e o vereador de Xanxerê, Adriano de Martini (Adrianinho), participaram no fim do mês de novembro de reunião com o comando do 14º Batalhão de Bombeiros Militar, em Xanxerê, para conhecer a atual situação das companhias e do Corpo de Bombeiros nos municípios da região.

“Todos os anos, o governo do Estado convoca profissionais para atuaram no litoral durante o período, deixando as demais regiões desfalcadas. Nossa preocupação novamente é com a falta de efetivo de bombeiros, além de policiais civis e militares, para atenderem as ocorrências no Oeste do estado”, explica a parlamentar.

Todas as unidades estão com demanda de novos profissionais. Xanxerê, sede do Batalhão e da 1ª Companhia, conta com 29 profissionais e atende em média 3.770 ocorrências anuais. Faxinal dos Guedes e Vargeão têm um efetivo total de seis bombeiros para atender 1.300 ocorrências por ano. São Lourenço do Oeste, sede da 2ª Cia, registra mais de 2 mil atendimentos anuais nos quatro municípios de abrangência e conta com efetivo de 14 bombeiros militares. Em São Domingos são oito profissionais para atender também Ipuaçu, Entre Rios e Coronel Martins.

“Os números preocupam. A estimativa é de que 30% do efetivo se aposentem até 2018, mas o último concurso foi realizado em 2012 e não há previsão de novo processo de contratação”, explica a deputada.

Conforme registros, as unidades de Xanxerê e Xaxim são as que mais atendem acidentes com vítimas presas em ferragens no estado, principalmente na região entre Ponte Serrada e Chapecó. “A reforma da BR-282, com duplicação de alguns trechos da via, poderia amenizar o problema. Mas a concessão da rodovia deve demorar a sair, e a emenda da Bancada Catarinense que inicialmente repassaria R$ 150 milhões para o trecho foi dividida com outras regiões, ficando pouco mais de 50% do recurso para o objetivo original”, lamenta.

Juntamente com o vereador Adrianinho, a deputada atuará em duas frentes: “a primeira para que os trabalhadores não sejam convocados ao litoral na temporada e, na segunda, para que o governo do Estado realize novo concurso público e amplie o efetivo em toda a região”, avalia Luciane. (Assessoria de imprensa)

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais