Deputado emite nota para justificar projeto que libera caça de animais silvestres

4 de fevereiro de 2017 07:27
Comunidade , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Deputado emite nota para justificar projeto que libera caça de animais silvestres Valdir Colatto é autor de projeto polêmico (Foto: Divulgação)

 

 

O deputado federal Valdir Colatto emitiu uma nota à imprensa para falar sobre a polêmica gerada pelo projeto que prevê a regulamentação da caça de animais silvestres, de autoria do parlamentar do PMDB de Santa Catarina.

Segundo ele, o projeto vai começar a ser discutido na Câmara dos Deputados Federais dentro de pouco tempo, “e toda a sugestão que ajude a aprovar uma versão final será bem recebida”, afirmou na nota.

Colatto prevê a regulamentação do manejo, controle e exercício da caça de animais silvestres. Segundo ele, há espécies exóticas invasoras que oferecem risco ao ecossistema e precisam ser contidas, como o javali europeu.

“Os custos de prevenção, controle e erradicação de espécies exóticas invasoras indicam que os danos para o meio ambiente e para a economia são extremamente significativos”, afirmou o deputado.

Leia na íntegra a nota emitida pelo parlamentar:

Primeiro, um apelo a todos que criticam nosso projeto PL 6268/2016 sobre regulamentação sustentável da fauna brasileira, que o leia com atenção.

Se tiverem dificuldade de entender a importância da proposta, o que é compreensível consultem alguém que vive o problema e conhece o assunto. Na verdade, estamos levando à discussão da sociedade uma proposta para regulamentar uma área que não tem regras nem controle.

Evitaremos assim o contrabando, o comércio clandestino, o abate ilegal, os maus tratos e a extinção de animais silvestres e exóticos.

Também o controle e o uso de animais para pesquisa e controle de todos os criatórios, que só poderão existir com autorização do órgão ambiental competente.

O abate de animais só será autorizado pelo órgão ambiental em três (3) casos:

1) Para comunidades tradicionais que dependam da caça para sobrevivência (indígenas, ribeirinhos, quilombolas).

2) Para controlar invasões de animais que sem controle de predadores naturais causem perigo à saúde humana e danos econômicos na área urbana e rural.

3) Em propriedades autorizadas pelos órgãos ambientais de criatórios de animais que não estejam na lista de extinção.

Esclareço ainda que o projeto vai começar a ser discutido na Câmara dos Deputados e toda a sugestão que ajude a aprovar uma versão final será bem recebida.

Por fim, comunico que respeito opiniões divergentes sobre o tema, mas ataques pessoais contra moral e a idoneidade que nos forem atribuídos, ou a familiares, buscaremos como já estamos fazendo, a decisão e manifestação da justiça, conforme determina a legislação vigente no país.

Link Projeto de Lei 6268/2016 para download – https://goo.gl/7Tx8vl 

 

Valdir Colatto, Deputado Federal

(Oeste Mais)

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais