Detentos trabalham em obras de melhorias do Presídio de Xanxerê

13 de julho de 2018 09:36
Obras , Presídio , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Detentos trabalham em obras de melhorias do Presídio de Xanxerê (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

O Presídio Regional de Xanxerê tem capacidade para abrigar 74 detentos e hoje já está com cerca de 300. O presídio hoje abriga quase quatro vezes mais que sua capacidade e, por conta disso, passa por reformas para a construção de novos alojamentos e manutenção dos antigos.

Conforme a diretora do presídio, Marionice Soares Fávero, essa obra não irá aumentar a capacidade do presídio, mas garantir que o espaço fique melhor e mais seguro. Além disso, foram colocadas as concertinas ao redor de toda a unidade prisional com o objetivo de evitar fugas e também para que pessoas externas não consigam jogar materiais dentro do presídio.

São os próprios detentos que realizam as obras de construção e melhoria, eles são reeducandos do regime semiaberto. Quanto aos recursos investidos, eles são retirados do Fundo Rotativo do Presídio Regional de Xanxerê, que são verbas provenientes do salário dos detentos que realizam trabalhos fora da unidade prisional, onde a Lei de Execução Penal (LEP) prevê que 25% do que o detento recebe é destinado para esse fundo.

O presídio mantém convênio com diversas empresas e também com a prefeitura para que os detentos possam trabalhar. Além disso, também como prevê a LEP, a cada três dias trabalhados o preso tem redução de um dia de pena.

Além disso, o presídio conta também com parcerias com a Ordem dos Advogados do Brasil, que auxiliou na construção do parlatório e também com conselhos da comunidade que auxiliam constantemente com verbas e materiais.

A expectativa é que a obra seja finalizada em pouco mais de um mês.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais