Dia do Amigo: uma relação de afeto e fidelidade entre o homem e o cão

20 de julho de 2017 11:31
Animais , Comunidade , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Dia do Amigo: uma relação de afeto e fidelidade entre o homem e o cão O cão chama atenção por onde passa. (Foto: Reprodução RIC TV)

O Dia do Amigo foi criado em 1969 na Argentina pelo médico Enrique Ernesto Febbraro. Ele se inspirou na chegada do homem à lua, em 20 de julho de 1969, que muitos viam como uma oportunidade de fazer amigos em toda parte do Universo. Aos poucos a data foi sendo adotada em outros países e hoje, em quase todo o mundo, o dia 20 de julho é lembrado como o Dia do Amigo.

Para lembrar a data, vale destacar que o cão é considerado o melhor amigo do homem, isso porque o animal possuí personalidade e muitas qualidades, as quais conquistam a maioria das pessoas com facilidade, demonstrando carinho e muita vontade de brincar.

Kiron, é o melhor amigo do xanxerense Alderico Kleimpaul. O cão, da raça Golden Retriever está com a família há sete anos e faz sucesso por onde passa.

“Meu filho queria comprar uma moto e eu disse que não iria comprar e na brincadeira ele me disse ‘compra um cão então’ e eu só disse para ele escolher qual cão ele queria e compramos”.

Segundo Alderico, o cão passou por adestramento e hoje é muito dócil. “No começo ele era rebelde, mas aos poucos fui adestrando ele, caminhando bastante. Hoje ele é bem esperto. Para atravessar a rua ele para e me espera. Onde nós formos é sossegado, posso ficar tranquilo”.

Alderico garante que Kiron é seu melhor amigo. “Hoje ele é meu melhor amigo e um não vive sem o outro. Quando ele não está na loja ou comigo, eu sinto falta e vejo que ele também sente minha falta”.

O xanxerense destaca ainda sobre o amor que tem pelos animais. “Eu fico sentido porque muitas pessoas maltratam os animais e principalmente os cães. Gostaria que as pessoas se conscientizassem mais e sentisse um pouco mais de amor”.

Foto: Arquivo Pessoal


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais