Dia do Radialista: xanxerense comenta sobre conquistas e desafios da profissão

7 de novembro de 2018 15:01 | História , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Dia do Radialista: xanxerense comenta sobre conquistas e desafios da profissão Fotos: Arquivo Pessoal

Se você procurar em um calendário de datas, o Dia do Radialista aparece em dois momentos: um no dia 21 de setembro e outro no dia sete de novembro. A explicação, segundo o instituto Palavra Aberta, é que o dia 21 de setembro ficou conhecido no meio radiofônico como o Dia do Radialista, mas a Lei 11.327/2006 alterou a data de comemoração oficial da categoria, em homenagem ao dia de nascimento do músico e radialista Ary Barroso, passando assim para o dia sete de novembro.

Com o objetivo de homenagear esses profissionais que apresentam diariamente diversos programar pelas rádios, a equipe do Lance Noticias entrou em contato com o radialista xanxerense Rogério de Oliveira. Com mais de 48 anos de rádio ele comenta sua experiência com esse meio de comunicação, que para Rogério é imortal.

Iniciou sua experiência com rádio aos 21 anos, na rádio Tabajara da cidade de Tubarão, passando pela rádio Santa Catarina e posteriormente pela rádio Tuba. “Na rádio Tuba eu fui descoberto pela emissora Princesa e assim me mudei para Xanxerê”.

Rogério conta que já recebeu diversos prêmios durante sua trajetória pelo rádio. “Recebi uma premiação da Associação Catarinense de Imprensa por completar 50 anos de atividades na imprensa em Santa Catarina, recebi o título de cidadão xanxerense da Câmara de Vereadores, a qual trabalhei como secretário executivo por 30 anos e uma das minhas reportagens sobre a inauguração da BR 101, recebi um prêmio de melhor repórter do ano aqui da região”.

Um dos momentos mais marcantes apontados por Rogério, foi a época em que trabalhava narrando jogos de futebol, e pôde acompanhar a seleção brasileira, levando a cidade de Xanxerê para o Sul do Brasil.
Hoje, com 76 anos, Rogério explica que a única faculdade que teve foi a faculdade da vida. “A vida me ensinou tudo o que sei, subindo os degraus de oportunidade que a profissão me proporcionou e aproveitando cada um deles, até chegar onde eu cheguei”.

Locutor de rádio de interior deve ter versatilidade para trabalhar um pouco de tudo dentro da rádio, comenta Rogério. “Desde noticiários a programas sertanejos, lutei até o fim para conquistar meu espaço”.
Para Rogério o rádio é o veículo de comunicação mais rápido para informar a ajudar na formação de opinião. “Hoje as emissoras de rádio não dependem mais de potência porque estão vinculadas com a internet e avançam assim para o mundo inteiro”.

Neste dia do Radialista Rogério deseja para todos os profissionais um dia cheio de programas e notícias, divertindo e informado a população.


Por: Karina Ogliari

Deixe seu comentário

Saiba Mais