Diarista de Xanxerê formaliza negócio e emite notas fiscais eletrônicas

13 de maio de 2017 10:52
Comunidade , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Diarista de Xanxerê formaliza negócio e emite notas fiscais eletrônicas Foto: Divulgação

Maristela Brusamarelo trabalha há anos como diarista em Xanxerê. No fim de 2016 teve a possibilidade de ampliar sua carga de horário de trabalho com a possível contratação para prestar serviços três vezes por semana em um condomínio residencial. Mas, para isso, era necessário fornecer nota fiscal. Não pensou duas vezes, aproveitou a oportunidade, formalizou-se como Microempreendedora Individual (MEI) e já emitiu algumas notas.

“O MEI foi uma das melhores opções, pois ao contribuir com o INSS tenho direitos previdenciários, como por exemplo, auxílio doença, aposentadoria por idade. Outro benefício é possibilidade de financiamento com juros menores ou até mesmo sem juros”.

Maristela destaca, ainda, que a formalização nessa categoria jurídica minimiza o custo das notas fiscais eletrônicas que se pagasse individualmente, seria mais caro. “Além disso, ter notas fiscais traz segurança tanto pra mim, quanto para quem me contratou”, observa.

Para finalizar, ela destaca que toda vez que precisa de orientações, procura o Sebrae/SC. “A equipe é atenciosa, esclarece minhas dúvidas e me informa sobre as palestras adequadas ao meu perfil”, enfatiza, ao destacar que a capacitação está entre as suas prioridades.

O analista técnico do Sebrae/SC, Arildo Jacóbus, ressalta que a empreendedora é um exemplo para demais profissionais do segmento. “Estamos à disposição para orientar sobre a categoria jurídica de MEI que é uma alternativa viável e oferece diversos benefícios aos profissionais autônomos que faturam até R$ 60.000 por ano”.

Até este sábado (13) acontece a 9ª Semana do Microempreendedor Individual promovida pelo Sebrae/SC com a parceria da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), em todo o Estado. Em Xanxerê o atendimento é constante e se manteve na Semana do MEI. “Atendemos em média 20 pessoas por dia em busca de orientações sobre formalização, declaração anual, gestão, entre outros aspectos. Também contamos com um contador para esclarecer dúvidas, além da participação da Crediamai e Sulcredi, que apresentaram suas modalidades de microcrédito”.

Em Chapecó, a Semana do MEI teve a parceria da Sala do Empreendedor e oportunizou atendimentos na sede da entidade, juntamente com parceiros da área do microcrédito e da contabilidade. Também foram promovidas oficinas sobre empreendedorismo, vendas, entre outras, em Chapecó, Concórdia e Irani. Neste sábado (13) haverá atendimento até o meio dia e novas oficinas estão programadas para este mês nos municípios de Seara e Itá.

Santa Catarina tem atualmente cerca de 250 mil microempreendedores individuais formalizados. A coordenadoria regional oeste do Sebrae/SC atende  54 municípios que, juntos, contabilizam 16 mil  microempreendedores individuais formalizados. “Disponibilizamos diariamente soluções a este público, porém durante o evento, as atividades são intensificadas, visando facilitar o acesso às ferramentas que contribuem para aperfeiçoar a gestão dos negócios”, destaca o coordenador regional oeste do Sebrae/SC, Enio Albérto Parmeggiani.  (MB Comunicação)

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais