Dois homens são presos por realizar compra de votos em Lajeado Grande

3 de outubro de 2016 08:27
Eleições 2016 , Polícia , Política Compartilhar no Whatsapp
Dois homens são presos por realizar compra de votos em Lajeado Grande Foto: PM

 

O efetivo policial em rondas na rua Vitória em frente a seção eleitoral de Lajeado Grande, neste domingo (2) em horário de votação, recebeu uma ligação anônima no celular funcional da PMSC de Lajeado Grande, no mesmo momento houve informação através de um eleitor, de que na rua Rio Grande, distante cerca de 50 metros da entrada do local de votação, de que havia um homem de nome R. e outro de nome L. que estariam comprando votos de pessoas que estavam passando pelo local, de imediato os policiais deslocaram ao local e abordaram as duas pessoas com as características e nomes repassados.

No local foram identificados L. C. D., e R. C., além de A. C. R., onde foi encontrado com L.C., a quantia de R$ 3.350,00 reais em moeda corrente do país, dispostas nos bolsos da calça, divididas entre notas de R$ 50,00 e 100,00 reais, além de R$ 75,00 reais em sua carteira, junto aos documentos pessoais. Também foi localizado juntos aos bolsos da calça doze “santinhos” do candidato L. C., e de sua coligação de um candidato a prefeito de lajeado Grande, além de um celular marca LG. Com R. C., foi encontrado a quantia de R$ 2.900,00 reais em moeda corrente do país nos bolsos da calça, além de R$ 800,00 reais junto a carteira com documentos pessoais, além de oito “santinhos” em nome do candidato L. C., também um Celular marca Samsung. Com A. não foi encontrado nenhum material referente a campanha eleitoral ou mesmo valores em dinheiro.

Durante a abordagem foi solicitado a presença do Promotor de justiça Simão Baram Junior e do Chefe do Cartório Eleitoral de Xaxim Marcos Corrêa Vieira, que logo após alguns minutos do começo da abordagem se fizeram presentes ao local e acompanharam toda ação dos policiais militares. Após a constatação de que os abordados incorreram em crime previsto no artigo 299 do Código Eleitoral foi dado voz de prisão a R. e L. C. e conduzidos à Delegacia de Polícia de Xaxim.

whatsapp-image-2016-10-03-at-08-23-48


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais