DPCAMI investiga suposto estupro onde menina de 10 anos morreu em Xanxerê

16 de julho de 2018 11:00
Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
DPCAMI investiga suposto estupro onde menina de 10 anos morreu em Xanxerê

Os familiares de uma menina de 10 anos de Xanxerê registraram um boletim de ocorrência na última sexta-feira (13), alegando que a mesma teria sido vítima de abuso sexual, estupro.

A vítima chegou a ser encaminhada ao Hospital Regional São Paulo para atendimento médico, mas veio a óbito.

O caso segue em investigação pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso. Segundo o delegado responsável, Danilo da Silva, o caso é bastante complexo e ainda carece de informações que somente o laudo cadavérico irá apontar.

“Na sexta-feira chegou a informação até a delegacia sobre esse suposto abuso, foi acionado o médico para realizar o exame, porém, neste período em que a criança estava no hospital ela veio à óbito. Mas, o estupro não está confirmado e não se tem a confirmação das causas da morte. Foi solicitado o exame cadavérico que irá apontar tanto as causas da morte quanto se realmente houve o abuso”, explica o delegado.

Devido os pais estarem bastante abalados com a situação, ainda não foram ouvidos e por conta disso o delegado reafirma que as informações ainda são precárias.

“Nós não conseguimos contato com os pais ainda, até porque eles estavam muito abalados. Segundo informações preliminares haviam alguns sinais que levaram os pais a registrar esse boletim de ocorrência. As informações são muito precárias. Essa perícia é fundamental, para apontar as causas da morte, se teve violência e se tem ligação”.

Outro ponto importante é que a vítima tem histórico de abuso.

“A vítima tinha histórico de violência sexual, há um inquérito instaurado do ano passado. Mas ainda é muito cedo para chegar a qualquer conclusão. Enquanto não saírem os laudos não podemos passar muitas informações”, finaliza o delegado.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais