Em 2019, Bombeiros de Xanxerê já registraram 288 incêndios florestais na regional

20 de agosto de 2019 10:00 | Visualizações: 100
Bombeiros Compartilhar no Whatsapp
Em 2019, Bombeiros de Xanxerê já registraram 288 incêndios florestais na regional Foto: Bombeiros São Domingos

Além do frio, o inverno catarinense segue marcado por um longo período de estiagem, motivo de atenção com o aumento de incêndios florestais e em áreas de vegetação. Na região Oeste, especialmente na regional de Xanxerê, os Bombeiros têm sido acionados para o controle de diversas ocorrências desse gênero. Porém, as queimadas podem trazer danos à saúde da população, assim como à dos bombeiros que atuam nesse tipo de ocorrência.

Nos últimos cinco anos foram atendidas 1.511 ocorrências de incêndios florestais na região. Somente no ano de 2018, dos 557 incêndios atendidos na circunscrição do 14º Batalhão, 229 foram incêndios florestais, que corresponde a uma porcentagem de 41% do total. Cabe ressaltar que existe uma quantidade expressiva de incêndios florestais que não consegue ser atendida, seja por inacessibilidade do local, ou ainda por outros fatores.

Nesse ano até 19 de agosto, segundo o comandante do 14º Batalhão, tenente-coronel Walter Parizotto, já foram atendidos 288 incêndios florestais, sendo que, destes, 238 aconteceram nos últimos 45 dias.

– Nas duas últimas semanas a situação se agravou ainda mais. Houve pelo menos cinco ocorrências de grande vulto, sendo duas em São Lourenço do Oeste e uma em Abelardo Luz, que atingiram mais de 10 hectares cada uma, uma em Saltinho, onde foram necessárias mais de 7 horas de combate e houve a queima de área aproximada de 15 hectares – relata o comandante.

Além disso, no dia 12 de agosto houve duas graves ocorrências relacionadas a incêndios florestais. A primeira foi no município de Vargeão, onde um acidente de trânsito foi ocasionado pela fumaça provocada por incêndio florestal às margens da BR-282.

Já a segunda grave ocorrência foi em Xanxerê, também no dia 12 a qual teve consequências severas e demandou uma resposta à altura da sua complexidade. O fato ocorreu no Bairro Pinheiro, onde antigamente era depósito de lixo.

– Iniciou-se um incêndio em vegetação que, pela característica da vegetação ali presente e pela força do vento, propagou-se muito rapidamente em sentido ascendente, atingindo quatro casas (duas totalmente destruídas e duas parcialmente). Nesta ocorrência, foram empregados 25 bombeiros (militares e comunitários), bem como nove viaturas com guarnições de Xanxerê, Faxinal dos Guedes, Ponte Serrada, Xaxim e São Domingos – informa Parizotto.


Por: Carol Debiasi

Deixe seu comentário

Saiba Mais