Estudante da rede pública de Xanxerê comemora ouro em Olimpíada Brasileira de Matemática

11 de julho de 2019 12:05 | Visualizações: 1024
Educação Compartilhar no Whatsapp
Estudante da rede pública de Xanxerê comemora ouro em Olimpíada Brasileira de Matemática Foto: Carol Debiasi

O estudante de Xanxerê, Daniel Henrique Borges, de 14 anos, recebeu a medalha de ouro pela Olimpíada Brasileira de Matemática. O evento para entrega das medalhas ocorreu em Salvador, na Bahia, na última segunda-feira (8). Daniel é aluno da EMEB Nossa Senhora Aparecida, sendo que outros três alunos também receberam medalha de bronze e menções honrosas.

Conforme o professor de matemática e grande incentivador para que alunos participem da Olimpíada, Vanderlei Mascheo, o objetivo é fazer com que esses jovens se apaixonem pela matemática, pois no dia a dia é utilizada de diferentes formas.

– Eu participo há vários anos da Olímpiada e cada ano tem situações diferentes. Eu provoco eles para fazer até porque temos uma cultura de que matemática é algo muito difícil, mas matemática é muito linda em relação ao seu contexto. No dia a dia hoje envolve matemática e tem pessoas que tem essa percepção maior, inclusive já tive alunos que se destacaram na Olimpíada e que nem gostam de matemática – conta o professor.

Na primeira fase nos níveis 1 e 2, cerca de cem alunos da escola fizeram a prova. Desses, oito passaram para a segunda fase, dentre eles: Gabriel Biling, que conquistou a medalha de bronze; e João Riva e Eduarda Moura que receberam menção honrosa. Daniel estava no 7º ano quando realizou a prova em 2018 e conta que se preparou bastante para o desafio.

– Eu sempre vejo antes as provas e vou estudando. Gosto da matéria porque ela é exata, mas nem sempre eu gostei. Mas fui estudando e gostando. A prova do ano passado não estava difícil e a preparação que a gente tem no programa de iniciação científica ajuda muito também. Receber essa medalha foi bem emocionante, é um orgulho para mim e para a minha família – conta.

O aluno se prepara para outro desafio da Olimpíada que acontece no dia 27 de setembro. Sua dedicação é diária, cerca de 2 horas por dia além do ensino regular.

– Já baixei materiais da internet e já estou me preparando para a prova desse ano. E, a minha expectativa é sempre melhorar, estudar mais e agora é se preparar e conseguir de novo uma medalha de ouro – conta.

Ganharam medalha de ouro em Salvador este ano, 575 estudantes de escolas públicas e privadas de todo o Brasil.


Por: Carol Debiasi

Deixe seu comentário

Saiba Mais