Estudante pode ser a primeira xanxerense a representar o estado na PJM

28 de novembro de 2018 19:23 | Comunidade , Educação , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp

Pela primeira vez uma estudante xanxerense concorre a uma vaga no Parlamento Juvenil do Mercosul (PJM). Eduarda Schina, de 16 anos, é estudante do Instituto Federal de Santa Catarina, campus de Xanxerê, no curso técnico em alimentos e concorre com mais três estudantes pela vaga de Santa Catarina no PJM.

O PJM é um espaço destinado aos jovens, onde estudantes de todos os estados dos países do Mercosul tem a oportunidade de fazer parte e discutir sobre a educações nestes países. O resultado da votação será divulgado no dia dez de dezembro e, segundo Eduarda, sua expectativa é boa.

– Tenho muita expectativa, por ser uma das únicas mulheres e meus professores disseram que meu projeto está muito bom e eu estou bem ansiosa. A intenção é representar os estudantes e não ficar calados diante das coisas– comenta.

Eduarda conta que soube sobre a votação pelo site e teve o incentivo de uma professora para se inscrever.

– Vi sobre a votação no site, conversei com minha professora de biologia e ela concordou e tínhamos que fazer um projeto para que eu pudesse me inscrever. Depois, tinha uma seleção e a candidatura e eu fui uma das selecionadas para me candidatar.

A estudante fez um projeto sobre transtornos alimentares na adolescência, com o auxilio de uma psicóloga, sendo que a intenção é leva-lo adiante se for eleita.

– Meu projeto foi sobre transtornos alimentares na adolescência e eu traria esse projeto para o meu campus e ajudaria as pessoas com isso. A psicóloga do campus me ajuda também e nós faríamos intervenções. Vai ter um encontro no Uruguai com todos os eleitos e lá vamos discutir sobre educação, sobre os projetos, falamos com muitas pessoas e dependendo do projeto eles dizem se vai ser transferido para o campus – destaca.

Agora, Eduarda pede ajuda da comunidade para ser eleita.

– Peço ajuda da comunidade para que votem em mim. O pessoal está tendo mais votos em cidades maiores, mas estou confiante – conclui.

Vote AQUI


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais