Estudantes do IFSC Xanxerê buscam ajuda, por meio de vaquinha on-line, para participar de congresso

25 de janeiro de 2019 11:37
Comunidade , Educação , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Estudantes do IFSC Xanxerê buscam ajuda, por meio de vaquinha on-line, para participar de congresso Foto: Divulgação

Em agosto do ano passado, um grupo de quatro estudantes do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), câmpus de Xanxerê, acompanhados de professores, inscreveram um projeto para participar da competição Garatéa-ISS, que permite que estudantes brasileiros participem do Programa de Experimentos Espaciais de Estudantes (tradução livre), promovido pela NASA.

Participaram 4.200 estudantes, de 172 escolas, sendo que apenas 61 conseguiram concluir o seu projeto. E, destas, apenas um projeto foi escolhido, sendo ele desenvolvido pelos alunos do IFSC de Xanxerê. O resultado foi divulgado em dezembro e desde então os alunos buscam ajuda.

O projeto foi desenvolvido pelos estudantes do Ensino Médio Técnico em Informática do IFSC: Roberta Debortoli, Renata Muller, Ricardo Cenci e Isabela Battistella. Os quatro foram coordenados pelos professores também do Câmpus Xanxerê. De Química, Andreia Weber e Victor Bernardes e, de Matemática, Daniel Ecco.

Mas, para conseguir participar do congresso onde o projeto será apresentado, que acontece nos Estados Unidos no mês de junho, eles precisam de um montante de cerca de R$ 80 mil para conseguir custear todas as despesas. Eles não recebem nenhum apoio financeiro para pagar a viagem e, por isso, precisam de ajuda.

Para arrecadar o valor, eles criaram uma vaquinha on-line, para que qualquer pessoas possa ajudar. Entretanto, até o momento foi arrecadado pouco mais de 1% do valor necessário. Diante disso, os alunos pedem a ajuda da comunidade, para conseguirem participar do congresso, levando o nome de Xanxerê. Para ajudar, clique AQUI.

Confira a descrição da vaquinha:

“Olá, somos quatro estudantes do terceiro ano do Ensino Médio: Isabela Battistella, Renata Müller, Ricardo Cenci e Roberta Debortoli e estudamos no IFSC campus Xanxerê. Em agosto de 2018 nos inscrevemos para o programa Garatéa-ISS. Esse programa tem como objetivo disseminar a ciência no Brasil e em 2018 contou com a inscrição de 172 escolas de todo o país. Essas escolas receberam materiais de estudo por nove semanas e tinham como objetivo desenvolver um experimento para ser testado em microgravidade, na Estação Espacial Internacional. Das 172 escolas apenas 61 conseguiram concluir e enviar os projetos e, destas, apenas uma foi escolhida. O projeto vencedor foi o nosso, que tem por objetivo testar o processo de filtração por carvão ativado na ausência de gravidade, por capilaridade. Nosso projeto será enviado para a Estação Espacial Internacional em Junho de 2019, e após seu retorno nós seremos responsáveis por analisar os resultados, que serão apresentados em uma conferência em Washington onde representaremos o Brasil. É aí que você entra na nossa história, a oportunidade de realizar essa viagem é um sonho que só será realizado caso consigamos o apoio financeiro necessário para arcar com todas as despesas, já que não recebemos nenhum apoio financeiro dos realizadores do programa. Esperamos que você possa nos ajudar a alcançar nossos objetivos”.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais