Excesso de peso na mochila pode causar lesões na coluna

12 de março de 2019 08:27 | Visualizações: 2419
Saúde , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Excesso de peso na mochila pode causar lesões na coluna Imagem Ilustrativa (Foto: Divulgação)

Durante o período escolar, muitas crianças e adolescentes tendem a começar a se queixar de dores nas costas. Isso porque, muitos carregam um peso maior na mochila do que a musculatura suporta e isso pode prejudicar.

De acordo com o traumatologista e ortopedista doutor Lourival Landgraf Junior, para evitar algum tipo de lesão na coluna por conta do peso, o ideal é que a criança utilize uma mochila de rodinhas.

– O ideal, para crianças, é que utilizem as mochilas de rodinha, que não sobrecarrega a criança e não força a musculatura das costas. Além disso, tentar equilibrar esse peso, buscando alternativas como, por exemplo, tentar utilizar um caderno para mais que uma matéria, para levar menos material – comenta.

Há fatores que podem contribuir para aumentar a dor, como passar muito tempo com a mochila nas costas e também caminhadas longas carregando a mochila.

– Muitas crianças as vezes faz uma caminhada longa até a escola e depois até em casa ou passam muito tempo em pé esperando, esse sobrepeso pode prejudicar muito a criança. Isso causa uma fadiga da musculatura e começa a surgir o quadro de dor na criança. As principais reclamações de dor são na lombar baixa e nos ombros – explica.

Além disso, com as crianças, os pais devem ficar atentos, pois, nem sempre elas reclamam de dor e é preciso ficar atento aos sinais.  E, para auxiliar os pais, a recomendação é que o peso da mochila não ultrapasse 10% do peso do corpo da criança.

– Um fator para os pais ficarem alertas é olhar as roupas da criança e os ombros, ver se não está marcado. Às vezes, passa despercebido isso. A criança tem dor com a mochila nas costas, mas tira ela quando chega em casa e pode esquecer e quando os pais percebem pode ser tarde demais. Os pais precisam ficar atentos, questionar a criança, supervisionar a mochila, o pai mesmo tentar sentir o peso da mochila – frisa.

Dentre os modelos de mochila, a que não traz nenhum prejuízo é a de rodinhas. Após, a mochila de duas alças, desde que usada corretamente. O indicado é que ela fique o mais rente ao corpo possível, para equilibrar o peso. Além disso, o modelo mais prejudicial é o de uma alça, usada de lado, pois a pessoa, geralmente, fica torta para equilibrar o peso.

– A mochila muito pesada pode causar, além da dor, uma lesão muscular, uma lesão nos tendões. Essas lesões são mais comuns em adultos, mas a criança por sobrecarga de peso na musculatura pode desenvolver uma lesão na coluna. Às vezes, há risco de desenvolver uma escoliose também. Outros, jogam o corpo para frente para conseguir carregar a mochila, pode ser desenvolvida uma cifose, que é outra doença da coluna que deixa ela torta – destaca.

Diante disso, a recomendação do médico é, em caso de dor, trocar a mochila ou, se ela persistir, buscar um profissional para orientações.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais