Exército divulga balanço final da Operação Ágata XI

22 de junho de 2016 14:52
Comunidade , Polícia Compartilhar no Whatsapp
Exército divulga balanço final da Operação Ágata XI Balanço da operação (Foto: Divulgação/ND Online)

 

A Operação Ágata, realizada em todo o Estado e em Xanxerê, entre os dias 13 à 22 junho, teve como objetivo o controle e bloqueio, com instalação de postos fixos e móveis, noturnos e diurnos nas rodovias da faixa de fronteira de Dionísio Cerqueira até Itapiranga e mais 150 km de profundidade de Paraíso até Faxinal dos Guedes, sendo vistoriados e inspecionados 23.500 veículos, incluindo motos, veículos leves, caminhões, ônibus e vans.

Durante este período houveram ainda ocorrências com apreensões de 3 toneladas de explosivos, 204,7 Kg de maconha, R$ 253.305,00 em espécie não declarada, caminhão transportando toras de madeira não declaradas, 15 veículos furtados e apreendidos, 9 prisões em flagrantes, R$ 420 mil em descaminho e contrabando com apreensões de 30 mil óculos, 870 maços de cigarros contrabandeados, 17 receptores de TV digital, 8 pares talk about motorolla, 24 peças para arma paintball, produtos eletrônicos e de processamento de dados, produtos de limpeza e alimentação, caminhão transportando pneus novos não declarados, além de armas de fogo e motoristas com documentação em situação irregular e embriagados, sendo ainda apreendidas pequenas quantidades de crack e cocaína.

A Receita Estadual também executou notificações que totalizam o montante de R$ 160 mil em multas. Bem como as ações cívico-sociais, com exposição de materiais de uso militar, oficinas recreativas de pista de cordas, pintura e camuflagem para crianças, orientação médico-odontológica e palestra sobre doenças sexualmente transmissíveis para adultos e adolescentes, informações para ingresso nas Forças Armadas, apresentações musicais em praça pública para 8.400 pessoas das cidades de Xanxerê, Maravilha, Iporã do Oeste, Guaraciaba, São José do Cedro e Dionísio Cerqueira, que também receberam orientações a cerca da eliminação de recipientes para “erradicação de focos de proliferação do mosquito Ades Aegypti”, transmissor da Dengue, Chikungunya e Microcefalia.

Com informações Ronda Policial

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais