Expansão do perímetro urbano de Xanxerê é tema de discussão em Audiência Pública

13 de abril de 2018 09:48 | Comunidade , Economia , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Expansão do perímetro urbano de Xanxerê é tema de discussão em Audiência Pública (Foto: ARQUIVO/Lance Notícias)

Membros do Conselho do Plano Diretor, autoridades e a comunidade de Xanxerê estiveram reunidos na noite dessa quinta-feira (12) para a Audiência Pública que discutiu a expansão do perímetro urbano e a legislação municipal referente às cisternas.

Carlos Luiz que é membro do Conselho do Plano Diretor explicou o motivo da realização da Audiência Pública. “O objetivo é mostrar a criação e expansão do perímetro urbano de Xanxerê. Em meados de 2016, por solicitação do MP e por decisão do juiz, não ficou mais permitida a expansão, só poderia acontecer desde que atendesse uma solicitação da legislação federal, estabelecendo alguns requisitos. Diante dessa solicitação o município foi atrás para contratar uma empresa e para desenvolver esse trabalho. Diante da contratação e realização dos projetos, foi repassado para nós para que opinássemos sobre o referido é isso que estamos fazendo desde do ano passado. Diante dessa ação civil pública, houve algumas proibições e aqui estamos levando a apreciação da comunidade”.

Durante a Audiência foram apresentados espaços onde podem ser criados futuros distritos industriais, áreas específicas e também novos loteamentos. “Com essa situação proposta a expansão quase triplica. Foi criado algumas situações que temos completar, uma delas é a Perimetral Leste, que está concluída e algumas ruas que terão expansão, então vai ser respeitado alguns seguimentos de ruas, encontrando elas nas perimetrais, ou até mesmo na BR-282”.

As restrições que o projeto abrange também foram apresentadas durante a Audiência, sendo elas a Bacia do Rio Ditinho, Rio Xanxerê e o aeroporto. “Temos algumas restrições na Bacia do Rio Ditinho e seus afluentes, no Aeroporto, na Bacia do Rio Xanxerê e afluentes. Temos a Perimetral Leste, que terá uma faixa de 75 metros para cada lado do eixo para área industrial. Na BR-282 são 300 metros do eixo, serão 150 metros para cada lado. Na perimetral Oeste, 75 metros para o lado oposto ao perímetro urbano atual”.

A legislação municipal referente às cisternas também foi discutida, Carlo Antunes, destaca a importância e como irá funcionar a implementação. “Com relação as cisternas, Xanxerê tem algumas cheias frequentes a expansão do perímetro urbano vai agravar esse problema. A nossa ideia é criar um artigo para que todas as edificações novas possuam um sistema de coleta e armazenamento de águas da chuva. Nossa ideia inicial é que isso seja implantada em áreas maiores a 100 metros quadrados. No caso de conjuntos residências, pode ser uma única cisterna. A nossa proposta é de que as edificações existentes não precisem implantar, mas que a Prefeitura crie algum tipo de incentivo para que a população comece a aderir a implantação dessas cisternas”.

A Lei que visa a expansão do perímetro urbano de Xanxerê passará por votação na Câmara de Vereadores. O presidente da casa, destacou a importância que a expansão trará para o município. “Com a expansão do perímetro, a população vai ganhar com a geração de emprego e renda. Hoje o município não possui isso e por meio desse projeto nós vemos a necessidade que o município tem, então precisamos para dar esse passo. Nós precisamos ser mais atrativos e esse é um meio”.

Acompanhe mais detalhes da Audiência Pública AQUI.  


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais