Família Acolhedora organiza atividades que visam despertar o interesse ao programa

11 de fevereiro de 2019 18:39 | Comunidade , Social , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Família Acolhedora organiza atividades que visam despertar o interesse ao programa Foto: internet

Ainda em 2016 foram instituídas as Leis nº 3847/2016 e nº 3848/2016 e Xanxerê passou a contar com o Serviço de Proteção Especial Social de Alta Complexidade, Modalidade Família Acolhedora para Crianças, Adolescentes, Idosos e Adultos com Deficiência. O serviço é coordenado pela Secretaria de Assistência Social e visa auxiliar pessoas que passaram por situações de violação de direitos e não podem permanecer com a família de origem.

Diante disso, famílias xanxerenses podem se cadastrar no programa e receber, em suas casas, crianças, idosos e pessoas com deficiência. De acordo com a coordenadora do serviço da Família Acolhedora, Bruna Czarnovski Pozzan Verardo, após uma maior divulgação do Programa, houve um aumento na procura, mas, o número de famílias cadastradas ainda é baixo.

– Nós tivemos um aumento na procura, o pessoal vem até aqui, quando vamos nos lugares e falamos que somos do Programa o pessoal pergunta, mas o número de cadastros ainda é baixo, poderiam ter mais famílias, pelo tamanho de Xanxerê – comenta.

Segundo Bruna, o programa realiza uma revisão das famílias, mas, há cerca de oito famílias cadastradas aptas a receber pessoas e, como há famílias que já tem pessoas acolhidas, esse número diminui. Cada família pode acolher uma pessoa, a menos que seja um caso de irmãos.

– Pretendemos fazer diversas atividades neste ano. Voltamos às atividades há pouco tempo, mas já planejamos muita coisa para este ano de divulgação. Queremos fazer reuniões com as famílias que já estão cadastradas também – frisa.

Aos interessados, a sede do Programa está localizada na Rua Papa João XXIII, número 605, no centro e, nos próximos dias, passará a atender das 12h30min às 18h30min.

– Quem tiver interesse em ser família acolhedora, pedimos para que venham até nossa sede. Nos próximos dias vamos trabalhar apenas no turno da tarde e quem tiver interesse em saber mais sobre o Programa pode vir até aqui que repassamos todas as orientações e informações – finaliza.

 

Requisitos

Podem ser inseridas em famílias acolhedoras crianças e adolescentes de zero a 17 anos, 11 meses e 29 dias. Dentre os principais requisitos para inscrição no serviço, os responsáveis devem ser maiores de 24 anos, sem restrição quanto ao sexo e estado civil. É preciso ter tempo disponível e interesse de cuidar da pessoa, seja ela criança, adolescente, idoso ou adulto com deficiência. É necessário residir no município há pelo menos dois anos, ter boas condições de saúde física e mental, não ter nenhum vício, ter a concordância de todos os membros da família e ter disponibilidade de participar de todo o processo. Há poucas diferenças nos requisitos para famílias que vão receber crianças e adolescentes e famílias que vão receber idosos.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais