Família reencontra cão que havia doado por meio das redes sociais e o acolhe novamente

3 de maio de 2019 18:45 | Visualizações: 2000
Animais , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Família reencontra cão que havia doado por meio das redes sociais e o acolhe novamente (Fotos: Redes sociais/Divulgação)

Uma história emocionante de reencontro chamou a atenção nas redes sociais. Ângela Gasparini Maus tinha encontrado um novo amigo de quatro patas, mas descobriu que ele já tinha uma família, mas que a história não era tão simples.

Ângela conta que descobriu, por meio de uma postagem no facebook, que o Chico, um cão que ela resgatou da rua, tinha uma família que o doou há mais de um ano, mas que seu novo dono o doou ou abandonou.

– O Chico, como carinhosamente o batizei, estava na rua, mas tinha muito medo, não deixava ninguém chegar perto. Aos poucos, fui dando comida e ele ganhando confiança. Foi chegando perto, até que consegui trazê-lo para casa e ele ficou. Decidi ficar com ele e ele estava se adaptando, até que descobri a história dele e que ele tinha uma família muito amorosa antes de ser doado e abandonado pelo novo tutor – conta.

Ela conta que o cachorro chegou em sua casa extremamente magro, cheio de ferimentos e bernes. Ali, ela o cuidou, deu remédios, abrigo e comida e o cão começou a melhorar.

Tatiane Verardo é sua antiga, agora atual, tutora. Em seu relato, ela conta que a família sempre cuidou do cão, mas ele foi doado a pedido de uma família que tinha uma criança que estava ficando doente por conta do falecimento de seu animal de estimação.

– Doamos ele pois a família veio a procura de um cão e estava com o seu filho doente porque o cachorrinho dele havia morrido. Não doamos porque não queríamos mais ele, doamos para ajudar a uma criança que não tem culpa da ignorância dos pais. Até então estava tudo bem, quando a família se mudou pra Faxinal e deixou o cão praticamente largado nas ruas, sem nem se quer vim informar a gente pra ir pegar ele pois estavam saindo da cidade, falaram que tinham doado para outra pessoa mas que pela situação devem ter abandonado mesmo – relata, reafirmando que o cão não foi doado por falta de espaço ou de vontade de cuidá-lo.

E o Chico, na verdade, era Bethoven. Hoje, ele voltou para sua antiga família, que reside na Linha Serrinha. Agora, Ângela comenta que vai acompanhar o cão, assim como toda sua família que se apegou ao bichinho.

 


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais