Familiares reconhecem corpo de mulher encontrada morta no centro

21 de fevereiro de 2018 08:30
Comunidade , Polícia , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Familiares reconhecem corpo de mulher encontrada morta no centro Local onde o corpo foi encontrado (Foto: PM)

Atualizada às 10h37min: Desde o fim da tarde da segunda-feira (19) a Polícia Civil trabalha na investigação do caso de uma mulher que foi encontrada morta em meio a uma área de mata na Rua Olímpio Julio Tortato, no centro da cidade. A primeira ação foi a identificação do corpo. Depois de algumas famílias passarem pelo Instituto Médico Legal, uma família de Ipuaçu disse reconhecer o corpo como uma familiar por conta de uma cicatriz de uma possível cesárea pela qual a mulher passou.

Apesar da família reconhecer a mulher, o Instituto Geral de Perícias (IGP) fará um exame pela digital da mulher para confirmar sua identidade. Conforme o IGP, a mulher tinha 37 anos, traços indígenas, cabelos pretos e compridos. Em contato com o delegado que investiga o caso, Maiko Frank Vivi, a família reconheceu detalhes no corpo como cicatrizes, pés, dentes, estatura e afirmam ser Terezinha Luiz dos Santos, de 38 anos.

“Ela é de Ipuaçú, mas a cerca de um mês estava morando em Xanxerê, com um companheiro. Ela teve uma discussão com esse companheiro e havia saído de casa, estava perambulando pelas ruas, na rodoviária. Mas, esta é uma identificação ainda informal, pois já pedimos exames para comprovar a sua identidade”, explica o delegado.

O caso chocou a população, pois ela foi encontrada nua, com uma perfuração no pescoço e com cabelos e parte o rosto carbonizados, além de alguns documentos. Junto ao corpo também foram encontradas roupas íntimas que possivelmente pertenciam à vítima.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais