Fim de uma era! Volkswagen encerra produção mundial do Fusca

12 de julho de 2019 14:00 | Visualizações: 1404
Comunidade Compartilhar no Whatsapp
Fim de uma era! Volkswagen encerra produção mundial do Fusca Cristiano Ferronato é apaixonado por carros antigos, inclusive por Fusca. Foto: Arquivo Pessoal

Oficialmente a Volkswagen anunciou essa semana o fim da produção mundial do Fusca, hoje chamado apenas de Beetle. A última fábrica a encerrar a fabricação foi em Puebla, no México. Pelas redes sociais a marca mostrou a última unidade a ser fabricada com uma homenagem: “Obrigada, Fusca”.

O fim da estrada para um nome que simbolizou muitas histórias ao longo de oito décadas. As primeiras unidades oficiais começaram a ser produzidas em série em 1938. No ano seguinte o modelo serviria de base para diversos veículos militares com o início da Segunda Guerra Mundial e só chegou ao Brasil para produção em 1959.

Cristiano Ferronato é um apaixonado por carros antigos, inclusive coleciona vários. Mas o Fusca ele adquiriu há pouco mais de seis anos quando sua esposa ficou grávida para que então a relíquia fosse passada de pai para o filho Bernardo.

Bernardo, filho de Cristiano. Foto: Arquivo Pessoal

Mas esse já é o segundo Fusca de Cristiano, pois o primeiro ele teve ainda quando frequentava a faculdade. Nessa época o Fusca de Cristiano era branco e do ano de 86.

– Hoje eu tenho um Fusca azul claro ano 77. Meu pai já teve vários Fusca e o meu primeiro foi quando estava na faculdade. Mas eu acredito que com o encerramento da fabricação do Fusca, que hoje é o Beetle, esses novos modelos serão valorizados no preço, os mais clássicos e antigos acredito que não terão tanta influência. Mas é um ciclo que se encerra e os apaixonados por caros antigos e pelo Fusca sempre terão um guardado na garagem para que essa relíquia seja passada de geração em geração, como eu para meu filho Bernardo – comenta Cristiano.

O Fusca foi o primeiro grande sucesso da indústria automotiva brasileira e manteve o posto de mais vendido por décadas, a partir do ano de lançamento.

Curiosamente, a produção começou antes mesmo de a fábrica ser inaugurada oficialmente, fato que aconteceria somente em novembro daquele ano, quando o presidente Juscelino Kubitschek desfilou em um Fusca conversível pelos corredores do local.

Na época, 54% dos componentes do Fusca eram produzidos no Brasil – índice que cresceu com o passar dos anos. O tempo também ajudou o pequeno carro a ganhar melhorias.

Foto: Arquivo Pessoal


Por: Carol Debiasi

Deixe seu comentário

Saiba Mais