Grupo de combate a suicídio não inicia atendimento por falta de voluntários

13 de fevereiro de 2020 18:17 | Visualizações: 1666
Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Grupo de combate a suicídio não inicia atendimento por falta de voluntários Foto: divulgação

No ano de 2019 foi fundado em Xanxerê o Centro de Valorização à Vida de Xanxerê (Navix), que busca implantar no município o atendimento, via telefone e presencial, do Centro de Valorização à Vida (CVV). O objetivo é oferecer apoio e orientação a pessoas que pensam em se suicidar.

Segundo apontam as pesquisas e estudos do CVV, a maioria dos suicídios poderiam ser evitados se a pessoa tivesse buscado ajuda e, a intenção é justamente essa, oferecer atendimento de forma totalmente sigilosa.

Para implantar o atendimento em Xanxerê, a Navix precisa ter no mínimo dez voluntários e hoje conta apenas com seis. Por conta disso, os trabalhos ainda não iniciaram.

– O posto do CVV de Xanxerê ainda não foi aberto por falta de voluntários. Ainda ano conseguimos fechar uma faixa de horário. A partir do momento que abrimos uma faixa de horário, o atendimento é de segunda a segunda, não pode faltar e eu tenho apenas seis pessoas voluntárias. O posto não está funcionando por este motivo – comenta Rosane Metller, voluntária da Navix.

Para participar, basta ter 18 anos e realizar o curso.

– Nós precisamos de voluntários que queiram fazer os atendimentos, somente precisa ser maior de 18 anos, independente de escolaridade e precisa fazer o curso para o atendimento. Teremos um curso em março, em Chapecó, e estamos organizando turmas para realizá-lo. Estamos com a sala pronta, porém não temos pessoas habilitadas ao atendimento. Precisamos de, no mínimo, dez pessoas, para começar uma faixa de horário – detalha Rosane.

Quem tiver interesse pode entrar em contato com a Rosane ou qualquer membro da Navix.


Por: Patrícia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais