Santa Aurora
Santa Aurora Direita

Homem tem queimaduras de segundo e terceiro grau por explosão em churrasqueira

Nicole Rocha | Acidente | 26/05/2021 15:26
Homem tem queimaduras de segundo e terceiro grau por explosão em churrasqueira
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 48307

Há cerca de um mês, Leonir Bandeira de 44 anos sofreu um acidente doméstico ao acender a churrasqueira ocorrendo uma explosão.

Ele teve grande parte do copo queimado, tendo queimadura de segundo grau no rosto e no pescoço e de terceiro grau no peitoral.

Leonir conta que havia deixado uma lata de tinta spray dentro da churrasqueira, e não havia se lembrado, quando ele foi acender houve a explosão.

O 1º tenente BM Daniel Bazanini Massarote, orienta sobre os cuidados que se deve ter para evitar esse tipo de acidente.

— Um volume pouco considerável de vazamento de fluidos inflamáveis (citando-se como mais comuns GLP, álcool, gasolina, tinta) , se submetido à um agente ígneo (que pode ser um interruptor de tomada acionado) é capaz de gerar  uma explosão química cuja onda de pressão mecânica tenha energia o suficiente para abalar e colapsar estruturas inteiras, como a alvenaria e o concreto, e as pessoas podem sofrer diversas lesões, causadas por estilhaços, por efeitos térmicos, pelos efeitos sísmicos, entre outras. De acordo com dados do sistema do CBMSC, foram realizadas 282 investigações de explosões nos anos de 2018 e 2019 somente em Santa Catarina – afirma.

Quando se trata de fluídos inflamáveis, os quais podem ser líquidos ou gasosos, existem algumas medidas importantes de cuidados a serem tomados.

– Quando se trata do gás de cozinha, o GLP, é importante frisar que este gás é mais denso do que o ar, tendendo a se acumular mais próximo ao solo. Por questões de segurança, é adicionado artificialmente o odor característico que sentimos (Mercaptano), mas nem sempre um vazamento é facilmente percebido, por isso o corpo de bombeiros sempre indica que a instalação dos vasilhames (botijões) seja feita preferencialmente em abrigos próprios, com ventilação, longe de ralos e também de forma mais elevada, e protegido por paredes. Da mesma forma, que a validade da mangueira esteja correta e que as vedações e conexões também sejam conferidas (como através do famoso teste da espuma com sabão) – conclui.

Leonir Bandeira, pai de 3 filhos, ficou 13 dias no hospital e hoje se encontra em recuperação. Ele conta que ficou difícil pois só a esposa encontra-se trabalhando no momento. Os gastos com o tratamento continuam sendo altos. Quem quiser ajudar a família entrar em contato com o número (49) 99925-6242

Homem tem queimaduras de segundo e terceiro grau por explosão em churrasqueira
Homem tem queimaduras de segundo e terceiro grau por explosão em churrasqueira

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias