Homeopatia: especialista da área explica como funciona esse tratamento

12 de março de 2019 09:31 | Visualizações: 926
Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Homeopatia: especialista da área explica como funciona esse tratamento (Foto: Alessandra Oliveira/Lance Notícias)

Geralmente, o tratamento médico mais conhecido é a alopatia, ou seja, o tratamento pelos diferentes, onde são prescritos medicamentos aos pacientes que cessem os seus sintomas. Ademais, a homeopatia, um tipo de tratamento que ainda não é muito conhecido, trata a doença pelos seus semelhantes.

A especialista em homeopatia Vanusa Mariano Hagel explica que, ao contrário da alopatia, a homeopatia busca medicamentos que causem os mesmos sintomas que levaram o paciente até o consultório.

– A homeopatia é o contrário da forma convencional de se tratar na medicina, que é a alopatia, que é o que normalmente se faz. O tratamento convencional diz que se a pessoa tem uma febre, nós tratamos com antitérmico, por exemplo. Buscamos assim que o tratamento anule os sintomas naquele momento que você está doente. Já a homeopatia faz o contrário, ou seja, aquilo que produz uma doença, pode curar uma doença com exatamente os mesmos sintomas – explica.

De acordo com a médica, ainda há bastante confusão, pois as pessoas confundem a homeopatia com outros tratamentos, como a fitoterapia, que é o tratamento com chás e plantas. A homeopatia vem ganhando mais espaço há pouco mais de 200 anos dentro da medicina.

– Quando eu procuro um remédio para um paciente, eu procuro um remédio que tenha exatamente os sintomas que aquele paciente tem. Eu trato o paciente buscando a totalidade dos sintomas deles. Temos mais de três mil medicamentos e usamos um programa de computador para cruzar os dados e, dentro da matéria médica homeopática, eu vou eleger, entre os medicamentos que cobrem os sintomas, o que é mais parecido com aquele paciente que eu vou tratar – comenta.

A homeopatia é outra forma de cura, que pode ou não dar certo com os pacientes. Além disso, pode ser associado também com um tratamento por meio da alopatia, por ser um tratamento integrativo.

– Um dos pilares da homeopatia é a experimentação em homens sãos. Por exemplo, se pega uma substância e ela é aplicada em um homem sadio. São observados os sintomas produzidos e, esse mesmo medicamento dinamizado, que é feito por farmacêuticos especializados em homeopatia, é ultra diluído e dinamizado, não tem mais matéria, apenas a memória da substância, então não causa mais danos colaterais – frisa.

 

Resistência

Segundo Vanusa, ainda há muita resistência por parte dos médicos em relação à homeopatia, principalmente pela falta de conhecimento.

– Da grande maioria dos profissionais, a resistência é por falta de conhecimento. Muitos médicos não conhecem, pois há uma falha na formação também, não se é falado sobre o assunto ou tem uma abordagem muito superficial. Além disso, a grande maioria dos homeopatas se tornou especialista nisso por estar insatisfeito e frustrado com a medicina e descobriu a homeopatia – comenta.

A homeopatia é reconhecida pelo CRM desde a década de 80 e essa especialidade só pode ser exercida por médicos.

Pacientes

Dos pacientes que utilizam a homeopatia, a grande maioria já passou por diversos profissionais e chegou no consultório do homeopata pois não encontrou um tratamento eficaz.

– Os pacientes que chegam para nós, homeopatas, na maioria das vezes são complicados, pois são pacientes que já passaram por todos os tipos de médicos e não tiveram resultados no tratamento. Tratamos pacientes com múltiplas patologias, de diversas idades. Para nós, não importa o nome da doença, tratamos os sintomas na sua totalidade, por isso cada paciente tem um tratamento único. É um tratamento individualizado – pontua.

Hoje, apenas alguns locais do país possuem essa opção de tratamento de forma gratuita, por meio do Sistema Único de Saúde. De acordo com Vanusa, essa é uma luta dos especialistas que buscam oferecer essa alternativa de tratamento para mais pessoas.

– Em alguns locais, em cidades maiores, as pessoas encontram a homeopatia pelo SUS, principalmente em locais onde a homeopatia é muito forte. Em Santa Catarina, encontra-se apenas em Joinville. Vai do interesse das prefeituras de abrir concurso para homeopatas e nós lutamos muito por isso, para beneficiar cada vez mais pacientes. – conclui.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais