Iniciativa visa ampliar o relacionamento e melhorar a eficiência no apoio à gestão pública

18 de maio de 2017 13:19
Comunidade , Política Compartilhar no Whatsapp
Iniciativa visa ampliar o relacionamento e melhorar a eficiência no apoio à gestão pública (Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias)

 

A Associação dos Municípios do Alto Irani (AMAI) e Caixa Econômica Federal realiza nesta sexta-feira (19), o Seminário de Capacitação da Caixa Econômica Federal, às 9h30min, no auditório da Associação, em Xanxerê.

Os encontros têm como objetivo principal difundir conhecimentos sobre os programas de repasses do Orçamento Geral da União (OGU), operados pela CAIXA, visando melhorar os trâmites dos processos e dar maior celeridade às obras nos municípios. Está prevista a participação secretários municipais, gerentes municipais de contratos e convênios (GMC) e engenheiros.

Os seminários terão como temas as oportunidades mercadológicas e negociais nos municípios, o papel da CAIXA como agente de políticas públicas do Governo Federal e sua atuação nos programas sociais e na habitação. Também serão abordados temas como marcos legais para operacionalização de repasses e financiamentos, entre outros. Os eventos, organizados pelas Associações de Municípios, são conduzidos por profissionais e gestores da CAIXA, especializados em Governo, Habitação, Programas Sociais e repasses.

Calendário – Os treinamentos para os representantes dos 127 municípios atendidos pela superintendência regional da CAIXA no oeste catarinense foram programados para acontecer em quatro encontros regionais nos municípios das sedes das Associações de Municípios. Já foram realizados seminários em Videira (dia 4 de maio) e em São Miguel do Oeste, dia 10. No dia 24 deste mês acontecerá a última etapa na cidade de Chapecó.

O gerente regional da CAIXA, Carlos Alberto Bonin, acredita que todos os gestores municipais aproveitarão esta oportunidade em obter informações visando aperfeiçoar a gestão de projetos em seus municípios. “Uma boa gestão dos projetos traz mais recursos federais para a cidade, com mais agilidade além de garantir a legalidade das operações”, avalia o executivo. Ele saliente que há uma necessidade de atualização permanente dos gestores municipais sobre a os programas federais e sobre a legislação. “São novas oportunidades que se apresentam aos municípios, que tem demanda crescente de obras e ações em suas localidades”, aponta Bonin.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais