Lei de Incentivo ao Esporte criada em Xanxerê não conta com repasse de recursos

13 de março de 2019 10:01 | Visualizações: 915
Esporte em destaque , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Lei de Incentivo ao Esporte criada em Xanxerê não conta com repasse de recursos Foto: divulgação

Ainda em 2016 foi votado um projeto de lei, na Câmara de Vereadores de Xanxerê, com o propósito de criar uma Lei de Incentivo ao Esporte. A lei foi aprovada, foi criado o estatuto, todavia, recursos nunca foram repassados para este fundo.

O projeto era do então vereador Valter Della Piccolla, que na época ressaltou a importância da Lei para o esporte amador.

– Todos sabem da minha luta pelo esporte e o meu grande sonho sempre foi a criação de um mecanismo para ajudar essa causa. Fizemos a indicação para criar uma Lei de Incentivo ao Esporte, que estaria contemplando o fundo municipal de esportes. Essa indicação foi aprovada por unanimidade entre os vereadores. No ano de 2017 todas as entidades terão o valor de até R$ 5 mil cada uma para utilizar com materiais esportivos, benfeitorias nos locais, inclusive, podendo ser usado no esporte de rendimento. É uma lei que ajudará toda a comunidade esportiva – comentou o então vereador Valter Della Piccolla.

A comunidade esportiva de Xanxerê comenta que a falta deste recurso repassado afeta o desenvolvimento do desporto do município.

– Quando saiu o projeto de lei, em nenhum momento foi depositado no fundo. É vergonhoso. O objetivo é que as instituições esportivas, como o Bavial, Astropol, o Xanxerê Futebol Clube, qualquer instituição com o seu CNPJ em dia poderia ganhar esse repasse, de no máximo, R$ 5 mil cada. Só que até hoje não teve. Não se criou nem o Conselho ainda, tem o regimento já, mas não o Conselho que define a destinação e falta o prefeito destinar o recurso – comenta Douglas Bin, professor de educação física e responsável pela Escolinha de Base de Futebol do município.

A reportagem do Lance Notícias buscou contato com o atual secretário de Esportes, Jorge Frederich, mas ele está de férias.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais