Loteamento Dharma Ville: estudo verá a viabilidade para a implantação de lombadas

3 de outubro de 2018 11:33 | Comunidade , Lance Notícias , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Loteamento Dharma Ville: estudo verá a viabilidade para a implantação de lombadas Foto: Divulgação

Uma audiência convocada pela Câmara Municipal com o promotor da 2ª Promotoria de Justiça de Xanxerê, Marcos Augusto Brandalise, nessa terça-feira (02), debateu a situação de dificuldade dos mais de 150 moradores no Loteamento Dharma Ville, na saída para Bom Jesus.

Na presença do presidente da Associação de Moradores, Nilson Gatto, os membros, Elton de Lima, Deise Bravo e Sandy Fernandes de Queiróz, a diretora do Departamento Municipal de Trânsito – Demut, Clarice Sirena, o presidente da Câmara Lenoir Tiecher e a vereadora Katia Collelo, foi destacado a dificuldade dos moradores no acesso da perimetral, onde os veículos trafegam com muita velocidade após a modificação no trevo do Posto Colpani, sentido Xanxerê a Bom Jesus, na SC-480.

Foi proposta a implantação de lombadas e o fechamento temporário da via, o que deve ser precedido de uma reunião do Conselho Municipal de Trânsito junto com um estudo técnico.

Como o problema se agrava nos horários de pico, se faz necessário uma medida urgente, onde foi deliberado pelos participantes junto a promotoria pública que o Departamento de Trânsito do município, em dez dias realizará um levantamento do local com a viabilidade técnica e legal para implantar lombadas.

A promotoria deve instaurar um inquérito civil e solicitou uma reunião no Conselho de Trânsito, para que seja implantada uma lombada física e o trancamento da vida. Outro ponto é de que o transporte escolar não está entrando no loteamento e parando somente na perimetral, o que representa perigo para as crianças. Por esse fato relatado, será notificada a Secretaria de Educação para tomar medidas corretivas, as quais serão encaminhadas para a 1ª Promotoria de Justiça na área da Infância e Juventude.

“Em nome da Câmara Municipal, agradecemos a atenção e agilidade da promotoria neste pleito dos moradores daquele loteamento, pois a preocupação com a velocidade dos veículos precisa ser observada antes que famílias sejam prejudicadas, além do acesso às suas residências”, finalizou o presidente Lenoir Tiecher.

 

 

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais