Maio Amarelo: principais causas de acidentes de trânsito é embriaguez ao volante e excesso de velocidade, diz PRF

17 de maio de 2017 15:30
Comunidade , Trânsito , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Maio Amarelo: principais causas de acidentes de trânsito é embriaguez ao volante e excesso de velocidade, diz PRF Foto: Divulgação

O Movimento Maio Amarelo nasceu com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Todos os anos no mês de maio campanhas são desenvolvidas para conscientizar os condutores sobre o trânsito seguro. E não é diferente no Hospital Regional São Paulo (HRSP), em Xanxerê. Durante a terça-feira (16), palestras com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) procuraram justamente alertar os colaboradores sobre a prevenção de acidentes.

As palestras foram ministradas, em diferentes horários, pelo Policial Rodoviário Joselito Novais, que repassou orientações sobre estatísticas do trânsito, principais causas de acidentes, prevenção, ações de combate a embriaguez ao volante, uso de cinto de segurança, uso de capacete, controle de velocidade e dos perigos do uso de celulares e equipamentos eletrônicos ao dirigir.

Santa Catarina ocupa a segunda colocação no ranking de acidentes de trânsito, perdendo apenas para Minas Gerais, que possui o triplo da malha viária aqui do Estado, o que preocupa a PRF. “A nossa ideia é trazer para as pessoas o risco que o trânsito oferece, dessa forma podemos evitar a condição de acidente de trânsito, para reduzir o número de colisões. Esse trabalho que estamos desenvolvendo junto à sociedade, em empresas e escolas, deve ter os frutos colhidos mais tarde, com essa redução, que é o principal objetivo nosso”, frisa o policial.

Ainda de acordo com o Policial Rodoviário Novais, as principais causas de acidentes na nossa região são: embriaguez ao volante e excesso de velocidade. “É claro que existem outros motivos, como manutenção do veículo, pneus em condições, faróis e iluminação, o fator ambiental como por exemplo, agora com bastante neblina aqui na região. Porém, embriaguez e excesso de velocidade são as principais causas. É o desrespeito às leis de trânsito”, comenta.

As palestras fazem parte de uma capacitação mensal desenvolvida dentro do HRSP. Conforme a organizadora desta edição, a enfermeira auditora, Kellyn Affolter, o tema da capacitação foi escolhido justamente em função do Maio Amarelo. “Nós achamos pertinente por ser o mês que abrange esta temática. E como a nossa região tem um índice elevado de acidentes, nada melhor que trazer um policial rodoviário para explicar os cuidados que devemos ter no trânsito”, explica.

Assessoria de Imprensa HRSP

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais