Maior demanda em filas da Saúde é na área da urologia, segundo secretária

7 de fevereiro de 2019 15:38
Comunidade , Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Maior demanda em filas da Saúde é na área da urologia, segundo secretária (Foto: Divulgação)

Uma das maiores reclamações dos pacientes que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS) é quanto a demora para o agendamento de consultas e procedimentos. Ademais, nem todos os procedimentos são regulados pelo município de Xanxerê.

De acordo com a secretária de Saúde, Irene Goralski, há uma fila única, regulada pelo Sistema de Centrais de Regulação (Sisreg), onde as consultas e procedimentos feitos em Xanxerê são controlados pela Secretaria de Saúde daqui e o que for de média e alta complexidade é regulado pelo estado.

– O que é baixa complexidade, que conseguimos ter dentro de Xanxerê, é regulado por aqui, como raio x, ultrassom, pediatra, otorrino, ortopedista, todas essas consultas e exames de baixa complexidade são regulados por Xanxerê. Já exames, procedimentos e consultas de média e alta complexidade são regulados pelo estado. Esses, são exames mais complexos, que não oferecemos aqui e não temos o controle do andamento da fila também – explica.

Nesses casos, os pacientes são atendidos nos municípios que são referência para Xanxerê nesse tipo de exame, consulta ou procedimento.

– Quando são esses procedimentos, que não são feitos aqui, é o estado quem faz o intermédio e o local onde o paciente vai ser atendido marca a consulta, exame ou procedimento necessário. Fizemos a assistência de levar, mas são eles os responsáveis por agendamento – comenta.

Diante disso, de acordo com Irene, quando ela assumiu a Secretaria, haviam pacientes na fila desde 2012. Agora, a Secretaria busca agilizar esse processo e, além disso, contratar mais especialidades para atuarem no município.

– Tivemos uma audiência com a Promotoria de Xanxerê, que entrou em contato com a Promotoria de Chapecó, que conversou com o setor de regulação e, a partir daí, começaram a chamar os nossos pacientes, fazendo primeiro uma busca ativa com eles. A busca ativa é para saber se o paciente ainda necessita do procedimento ou se ainda mora em Xanxerê. Após a busca ativa e identificação dos pacientes, enviamos os dados para Chapecó, que emitiu todas as guias para internação e, agora, começaram a chamar os pacientes. Tínhamos cerca de 183 pacientes aguardando – frisa.

Segundo Irene, dentre as maiores filas, o que mais preocupa a Secretaria é a urologia. Hoje, são disponibilizadas duas consultas mensais, o que faz com que a demanda aumenta cada vez mais.

– Uma parte que nos preocupa muito é a urologia, pois não estamos conseguindo um prestador de serviço para oferecer consultas e procedimentos nessa área. Estamos estudando para conseguir resolver alguns problemas neste ano. Já conseguimos a pediatria, estamos buscando oftalmologista e ortopedista e urologista também, que são as maiores demandas – pontua.

Irene destaca que cada vez mais profissionais estão buscando realizar o cadastro para atuar no SUS, o que deixa a Secretaria otimista.

– Temos o objetivo de fortalecer a atenção básica, mas, não adianta ter a atenção médica boa e chegar em um exame de média complexidade e não conseguirmos dar andamento. Foi isso que fizemos com as mamografias. Fizemos o mutirão e conseguimos dar a continuidade. Mas, temos bastante profissionais que estão vindo para a rede SUS e cisamosc. Isso é muito bom para nós, temos esses prestadores que estão nos procurando e vamos conseguir oferecer mais especialidades aqui no município logo – conclui.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais